Agenda

Exposição “aCORde para sonhar”

Exposição “aCORde para sonhar”
Data: de 10 a 20 de janeiro
Local: Uberlândia Shopping – segundo piso, em frente à loja Riachuelo

Enviado por: Redação 08/01/2020

Nos dias 10 a 20 de janeiro, Uberlândia vai receber a exposição “aCORde para sonhar” do artista visual Jeronimo Sanz. O paulistano estará em cartaz no segundo piso do Uberlândia Shopping, em frente à loja Riachuelo. A segunda exposição individual do artista traz uma seleção de telas que mescla fotografia, colagem e pintura digital. Além dessa, Jeronimo já participou de exposições coletivas no Brasil e em outros países como Estados Unidos, França, Inglaterra e Portugal.

A exposição traz uma viagem sensorial que convida o público a entrar em um mundo de cores, através das lentes de um sonhador.

O artista acredita que o título é um resumo que condensa tudo o que as pessoas vão encontrar na exposição. “O nome surgiu em uma conversa com a minha esposa. Significa acordar para sonhar, estar de olhos abertos e ver o que cada imagem pode evocar nos sonhos e na imaginação de cada observador. Este é o propósito”, ressalta Jeronimo.

O autor também explica que a exposição é sensorial de uma forma muito sutil, pois cada imagem possui abertura suficiente para o espectador interpretar e colocar-se no foco central do que está sendo visto. “Meus trabalhos são variados, mas todos possuem em comum o fio condutor do sonho, da imaginação e da realidade expandida. É o sentir de quem vê que dá o sentido de cada obra”, finaliza.

O objetivo da exposição é oferecer portas abertas para que cada pessoa encontre dentro de si, os espaços, as paisagens e os mistérios próprios. O artista não tem pretensão de guiar as pessoas até alguma mensagem específica. Jeronimo explica que fazer poesia visual é sinônimo de expandir os limites do que pode ser visto e é por isso que acabou indo naturalmente para essa direção.

Sobre Jeronimo Sanz

O artista visual nasceu em São Paulo e hoje transita entre linguagens poéticas como fotógrafo, escritor e compositor. Construiu sua carreira de forma natural e desde criança esteve envolvido com a criação. Começou a fazer histórias em quadrinhos, criando os próprios personagens e chegou a fazer centenas de histórias durante sua infância. Após isso, passou a escrever poesias, compor canções e entrou para o universo da fotografia e da arte visual.

Comentários...