Colunistas

avatar
Rayane Gomes Resende

Projetando sonhos

Sou arquiteta e urbanista, formada pela UNITRI e vejo que muitas pessoas ainda vêem a arquitetura como um luxo. Mas a verdade é que a arquitetura se adequa à realidade de cada pessoa. Por meio dessa coluna irei apresentar algumas soluções construtivas e também de decoração, que levem beleza e funcionalidade à sua obra.

Por que devo contratar um arquiteto para minha obra?

Enviado por: 10/01/2020

Em pleno 2020 muitas pessoas ainda pensam que contratar um arquiteto é um gasto desnecessário ou até mesmo um luxo, o que convenhamos que não é. Afinal, você confiaria o sonho da sua casa própria ou do seu empreendimento a um profissional que não seja especializado? Um arquiteto sabe otimizar espaços e custos de uma obra, além de criar uma estética única para seu projeto, ele o torna funcional.

Mas em que casos você pode utilizar os serviços de um arquiteto?

1- Ao projetar sua residência, comércio ou empresa: ao elaborar sua proposta de projeto, o arquiteto irá colocar suas necessidades no papel, criando um projeto funcional e bonito, já locando todo o mobiliário na sua planta, e posteriormente fará projetos complementares como hidrossanitário ou pontos elétricos. Ou seja, você terá todo seu projeto minimamente detalhado, o que diminui drasticamente as chances de erro na execução.
2- Na concepção do seu jardim: além de arquitetura, a faculdade também nos ensina urbanismo e paisagismo. Sendo assim, somos aptos a projetar jardins e áreas verdes, especificando espécies de plantas e quais os melhores tipo para cada ambiente.
3- Ao reformar seu imóvel: reforma quase sempre é sinal de dor de cabeça, ainda mais sem a ajuda de um profissional. Ao contratar um arquiteto para projetar e/ou executar sua reforma, você saberá exatamente como ficará o projeto finalizado antes mesmo da obra começar, por meio de planta baixa e maquete em 3D. Além de otimizar o tempo da obra, diminui os gastos com perdas ou mudanças de última hora. Sem planejamento, os erros são maiores e consequentemente os gastos também.
4- Quando for instalar móveis planejados: o profissional de arquitetura aprende também sobre decoração e detalhamento mobiliário. Ao ver o espaço disponível, somos capazes de propor armários super funcionais, fazendo um projeto detalhado com todas as medidas de cada divisão do seu mobiliário. Depois é só passar para o marceneiro executar, sem erros!
5- Ao lotear uma gleba: os Arquitetos estudam urbanismo quase que na mesma intensidade que a arquitetura, na faculdade. Sendo assim, sabemos as leis vigentes das cidades para cada zona, qual a taxa de ocupação permitida e o coeficiente de aproveitamento pré-estabelecido em lei municipal. Ao lotear uma gleba, iremos seguir tudo que estudamos sobre sistema viário, criando assim um projeto de bairro ou condomínio (até mesmo cidade) com um trânsito que flua e com qualidade de vida para os futuros moradores daquele local.
Esses foram os casos mais recorrentes em que o arquiteto é indispensável. Mas existem várias outras atribuições exclusivas desse profissional. Contratar um arquiteto é valorizar sua obra!

Comentários...