Colunistas

avatar
Darah Gomes

In Darah

foi criado com intuito de mostrar o melhor e o pior lado da moda. Aqui você vai descobrir como o mundo fashion é importante e precisa ser discutido com urgência. Porque não se trata apenas de roupas, é arte! São cores e modelos que trazem significado e expressam nossa realidade.

Darah é jornalista e consultora de imagem & estilo. Além de colunista de moda, ela está se especializando em direção criativa de moda e mantém um site, onde dá dicas e fala sobre o mundo fashion.

Primeiros desfiles pós-pandemia são realizados na Europa durante Semana de Moda Digital

Enviado por: 17/07/2020

(Imagem: Instagram/Loewe)

Saudade de uma semana de moda, né minha filha? Mas nos últimos dias tivemos um gostinho do retorno dos desfiles com uma Fashion Week totalmente digital, transmitida de Milão e Paris através das redes sociais de cada marca participante. A temporada acabou nesta sexta-feira, 17, e foi marcada pelas coleções da primavera/verão de 2021. Com cenários diferentes, muitas artes gráficas e esbanjando criatividade em um tempo tão difícil, as marcas criaram desfiles diferentes que se tornaram uma experiência, tendo desde podcasts, até curtas.

E para matar saudade das temporadas de moda, separei alguns desfiles que deram o que falar na internet e os que mais me chamaram atenção para conversarmos sobre como foi esse evento virtual.

(Imagem: Instagram/Loewe)

Pensando em um verão europeu, Prada trouxe tecidos mais pesados e cores neutras, como B&W. Os desfiles foram divididos em cinco capítulos, mostrando as produções feitas por diferentes designers da marca. Em contraposição, Loewe usou manequins para trazer looks com mix de cores e tons fortes, além de acessórios divertidíssimos que nos remete bastante as peças da Moschino.

Já os desfiles da Gucci foram divididos em três partes, que transportaram o público para um conto de fadas misturado com tecnologia. O designer, Alessandro Michele, contou no Instagram que tinha como objetivo celebrar o ritual mágico dos desfiles “É uma liturgia sagrada e irrepetível, através da qual o pensamento criativo se torna público e se oferece a interpretação da comunidade de espectadores emancipados”, explicou. A coleção trouxe contrastes de cores, principalmente nos tons terrosos.

(Imagem: Instagram/Gucci)

Desfiles presenciais

E se engana quem pensa que a Semana de Moda Digital vai afetar drasticamente o futuro dos desfiles. As marcas Dolce & Gabbana e Etro optaram por manter a passarela comum com convidados, mas seguindo as medidas de proteção contra a covid-19. Ambos foram ambientados em locais que remetiam ao ar livre, mas mesmo assim foram alvos de críticas nas redes sociais, até porque nenhum dos modelos utilizaram máscaras.

D&G contou com aproximadamente 260 convidados e realizou o desfile no campus universitário de um hospital que eles estão apoiando financeiramente durante a pandemia de coronavírus. A marca usou bastante as cores branco e azul nas produções e, enquanto alguns looks eram feitos totalmente com peças lisas, outras contavam com mix de estampas. Nessa edição, a marca misturou cortes vintage com tendências modernas e atuais, como o tie-dye.

(Imagem: Instagram/Dolce&Gabbana)

Enquanto Dolce trouxe muita modernidade para nova coleção, Etro pareceu ter inspirações militares e campestres. Com peças rústicas, tecidos leves e mix de estampas, a marca montou looks considerados quase sem gênero. Uma novidade positiva foi a Etro ter investido em peças mais sustentáveis. Para produção das roupas, eles utilizaram retalhos, fios de eucalipto e até garrafas plásticas.

(Imagem: Instagram/Etro)

Facebook I Instagram Colorindo Vidas I Instagram Darah I colorindovidasblog@gmail.com

Comentários...