Esportes

Mesmo com espaços vazios no estádio, Atlético tem média superior a 19 mil torcedores no Mineiro; entenda a conta

Enviado por: Redação V9 12/02/2018

Apesar do público superior a 20 mil, Independência teve pontos vazios em Atlético 2×2 Patrocinense Fonte: Ramon Lisboa/E.M/D.A.Press

Nos três primeiros jogos como mandante no Campeonato Mineiro, o Atlético teve média de público de 19.356 torcedores. Na vitória por 3 a 0 sobre o Democrata, o número divulgado foi de 20.216 espectadores. No confronto com o Patrocinense, que terminou empatado por 2 a 2, a contagem fechou em 20.234. Já nesse sábado, na derrota de virada para a Caldense por 2 a 1, o clube contabilizou 17.619 pessoas.

A marca positiva, no entanto, é contestável. Fotos tiradas no Independência durante as três partidas citadas acima mostraram várias cadeiras vazias. Um vídeo publicado pela própria conta oficial do Galo no Twitter durante o duelo com a Caldense, nesse domingo, exibiu lugares desocupados nos setores Ismênia e Pitangui (veja as imagens abaixo).

A principal explicação é a venda de pacotes para os sócios-torcedores da categoria Galo na Veia Prata. O associado que adquiriu o benefício por R$ 40 (R$ 8 por partida) ganhou o direito de assistir aos cinco jogos como mandante na primeira fase do Mineiro: contra Democrata (21/1), pela 2ª rodada; Patrocinense (28/1), pela 4ª rodada; Caldense (10/2), pela 6ª rodada; Cruzeiro (4/3), pela 9ª rodada; e Tombense (11/3), pela 11ª rodada.

Devido à promoção, os portões 3 (Especial Pitangui), 6 (EspecialMinas) e 9 (VipMinas) foram esgotados antes de venda online para outros sócios e física para o torcedor não associado.

Além disso, os portadores do cartão Galo na Veia Preto, com ingressos garantidos para todas as partidas, ganharam a condição de resgatar por apenas 50 pontos dois pacotes adicionais do portão 2 (setor Especial Ismênia, abaixo das tribunas de imprensa).

Em 16 de janeiro, o Atlético informou a venda de 14.237 pacotes, incluindo as modalidades Prata e Preto.

Boletins financeiros

Divulgados pela Federação Mineira de Futebol, os boletins financeiros dos jogos contra Democrata e Patrocinense destrincharam os públicos. No duelo da segunda rodada, 1.151 torcedores “Galo na Veia Preto” tiveram 2.342 acompanhantes. Já no embate com a equipe de Patrocínio, 1.128 cativos trocaram os pontos por mais 2.348 bilhetes.

Com relação aos ingressos inseridos nos pacotes, foram 10.001 unidades contabilizadas diante do Democrata e 9.707 na partida contra o Patrocinense. Os detalhes do público no revés por 2 a 1 para a Caldense, nesse domingo, ainda não foram disponibilizados pela FMF, mas, visualmente, o estádio parecia ter bem menos que os 17.619 torcedores divulgados.

Os torcedores Galo na Veia Prata, que compram o pacote, e os clientes Galo na Veia Preto, que efetuam o resgate das entradas, entram na conta de público presente mesmo se, por ventura, não comparecerem ao Independência.

Como o Atlético adotou a política de não divulgar a quantidade de torcedores que de fato passam pelas catracas do estádio, prevalece a informação do número de bilhetes vendidos, independentemente de o portador do ingresso estar ou não no Horto.

Superesportes

Comentários...