Esportes

Rodriguinho faz dois e Corinthians vence o Fluminense no fim na Arena

Enviado por: Redação V9 16/04/2018

Rodriguinho foi o principal nome da partida na vitória do Timão por 2 a 1 Fonte: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Rodriguinho é o melhor jogador do Corinthians na temporada. Depois de marcar gols decisivos no mata-mata do Paulista, o meia voltou a mostrar que tem muita importância na equipe na tarde deste domingo, na Arena Corinthians. Diante de um bem montado e, por momentos, ousado Fluminense, o armador abriu o placar no fim do primeiro tempo e, quando o Timão parecia aceitar o empate, descolou um belo voleio para determinar o 2 a 1 corintiano. Richard foi quem descontou.

Na próxima rodada, os comandados de Fábio Carille terão pela frente a equipe do Paraná, em partida agendada para o próximo domingo, às 11h (de Brasília), na Vila Capanema, em Curitiba. Antes, porém, eles terão um duro compromisso frente ao Independiente-ARG, na quarta-feira, na Argentina, pela terceira rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores da América. Já Abel Braga e sua trupe terão pela frente o Cruzeiro, também no domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

Rodriguinho salva nos acréscimos

O Corinthians apostou em uma equipe semelhante à que encarou os grandes jogos do time no ano, sem jogador de referência no ataque, com quatro meias possuindo a incumbência de se movimentar e abrir espaços na zaga do Flu. Além dos três zagueiros idealizados por Abel, os cariocas se postaram com dois laterais fechando uma primeira linha de cinco e os meio-campistas realizando a segunda marcação em uma linha de quatro.

Dessa forma, coube ao Timão rodar bastante a bola no campo de ataque, atingindo o patamar de mais de 60% da posse da bola, mas sem muita efetividade. A maioria dos lances terminou em chutes arriscados de fora área, com destaque para as tentativas de Renê Júnior e Romero. Na primeira resposta, aos 20, os cariocas viram Pedro dominar incrivelmente livre na área, mas demorar para chutar e ser travado.

Confortável com a marcação encaixada, o time visitante passou a sair um pouco mais do campo de defesa no terço final da etapa, apostando em laterais cobrados na área para Renato Chaves e Gum. No lance mais perigoso, após falta sofrida pelo bom Pedro, a bola foi batida com muita força pelo equatoriano Sornoza, cruzando toda a pequena área sem ninguém para desviá-la à rede de Cássio.

Um dos poucos que conseguiu criar dificuldade para o Fluminense, Romero foi brindado com um lance decisivo pouco antes do intervalo. Em escapada pela direita, cruzou e viu o rebote cair novamente no seu pé. Frente a frente com Frazan, o paraguaio ameaçou cruzar de direita, cortou o rival e abriu espaço para, de esquerda, achar Rodriguinho entre os zagueiros. O meia, então, cabeceou bem, no canto esquerdo, sem chances para Júlio César.

Flu melhora, mas Rodriguinho resolve

O Alvinegro voltou para o segundo tempo confiante que a vantagem adquirida facilitaria seu trabalho, abrindo mais espaços na zaga do adversário. O 1 a 0, no entanto, durou muito pouco tempo no placar. Após lateral cobrado pelo lado esquerdo por Ayrton Lucas, Gum desviou na primeira trave e deixou a bola viva. Pedro, sem marcação, desviou na segunda trave e achou Richard livre na pequena área para estufar a rede de Cássio.

O gol deu confiança aos cariocas, que passaram a atacar com mais gente do que em todo o primeiro tempo. Pablo Dyego, em boas investidas pelo lado direito, conseguiu criar perigo para a retaguarda corintiana, principalmente quando ia para cima de Sidcley. Do outro lado, aproveitando a boa jornada de Romero, o Timão quase retomou a vantagem em chute do paraguaio que a zaga mandou para escanteio.

Mesmo retraído, o Flu continuou a levar perigo nos contra-ataques, principalmente quando conseguia cortar os passes dos volantes alvinegros na saída de bola. Tanto Ralf quanto Renê Júnior erraram bastante esses lances, dando a Sornoza e Pedro boas chances de concluir. Os dois, no entanto, não conseguiram mostrar a precisão necessária, desperdiçando a chance de colocar os visitantes na frente.

Carille, então, resolveu lançar mão de Emerson Sheik, Maycon e Pedrinho, dando mais vitalidade ao seu ataque. E foi justamente em um lance construído pelos substitutos que veio a vitória. Maycon recebeu na frente após boa jogada construída pelo ataque, acionou Emerson Sheik na linha de fundo e o atacante cruzou na medida para Rodriguinho, que bateu de primeira e fez a festa da torcida em Itaquera.

CORINTHIANS 2 X 1 FLUMINENSE

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data: 15 de abril de 2018 (Domingo)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Público: 28.777 pagantes

Renda: R$ 1.372.018,07

Gols:

CORINTHIANS: Rodriguinho, aos 45 minutos do primeiro e aos 41 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Richard, aos quatro minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Fabián Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Renê Júnior (Maycon); Ángel Romero (Pedrinho), Mateus Vital (Emerson Sheik), Rodriguinho e Clayson

Técnico: Fábio Carille

FLUMIUNENSE: Júlio César; Gilberto, Renato Chaves (Marcos Júnior), Gum, Ibañez (Frazan) e Ayrton Lucas; Richard, Jadson, Junior Sornoza e Pablo Dyego; Pedro (João Carlos)

Técnico: Abel Braga

Superesportes

Comentários...