Geral

Atalho utilizado por romeiros é fechado pela empresa responsável pela área

Enviado por: Augusto Ikeda 08/08/2018

Muitos romeiros da região já deram início a sua caminhada de fé até o Santuário de Nossa Senhora da Abadia, em Romaria. No entanto, quem está nesta jornada encontrou um pequeno obstáculo pela frente neste ano: um atalho que encurtava o caminho até o município foi fechado.

Os romeiros que vem de cidades como Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba, Araguari e Nova Ponte, por exemplo, tinham o costume de cortar caminho em uma área de reflorestamento, o que diminuía o percurso até Romaria em aproximadamente 6 km.

No entanto, a empresa responsável pela área, que pertence ao ramo de processamento de madeira, optou por fechar o atalho neste ano. Uma cerca foi colocada no local, além de vários tapumes para impedir que qualquer pessoa acesse o caminho.

Por conta disso, o percurso ficou 3 km mais longo. Os romeiros, agora, precisam passar por uma estrada de chão batido que possui um grande movimento de veículos, já que ela dá acesso a várias propriedades rurais.

A medida, claro, dividiu a opinião de muitos romeiros: alguns questionaram a medida e afirmaram que ela dificultou o percurso, especialmente por se tratar da parte final da caminhada. Já outros acreditam que esses 3 km a mais não fazem diferença para quem caminhou vários quilômetros em devoção a Nossa Senhora da Abadia.

É mais ou menos o que o Padre Aloísio Azevedo pensa: esse contratempo não impedirá os devotos da santa de chegarem até o santuário.

“O povo romeiro, que vem pra peregrinação, já está acostumado com o sacrifício pela fé. Esses 3 km são uma gotinha d’água na fé e no coração deles, e com certeza, eles continuam com o mesmo amor, o mesmo carinho por Nossa Senhora (da Abadia)”, disse.

Nota

A TV Vitoriosa entrou em contato com a empresa responsável pela área em que se encontra o atalho. Em nota, ela afirmou que tomou essa medida por conta do risco de queimadas, que são comuns nessa época do ano, e para garantir a segurança dos romeiros. E que o percurso segue paralelo aos limites da propriedade, na faixa de domínio.

Informações: Carlos Vilela

Comentários...