Geral

Manifestação percorre ruas do Centro de Uberlândia contra cortes na educação

Enviado por: Redação V9 15/05/2019

Fonte: Carlos Vilela/TV Vitoriosa

Professores, alunos e funcionários da rede estadual e da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) se mobilizaram e realizaram uma manifestação contra os recentes cortes de verbas na educação por parte do Governo Federal. O protesto teve início na Praça Tubal Vilela e percorreu as ruas do Centro de Uberlândia na tarde desta quarta-feira, 17.

A manifestação foi pacífica e os participantes levaram diversas faixas em protesto contras os cortes anunciado pelo governo e gritaram palavras de ordem. Mas além dos manifestos contra as medidas anunciadas pela União, o protesto desta tarde também foi voltado contra decisões que também foram tomadas na educação em âmbito estadual.

“Essa é uma paralisação nacional, puxada pela CNTE, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, e a gente vem somar com o Sind-UTE (o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais), que vem trazendo uma proposta contra os desmantelos, por exemplo, do governo Zema. Temos aí o fim da escola em tempo integral, parcelamento dos salários dos professores, 13º que está parcelado desde 2018. É uma luta constante dos trabalhadores contra os ataques à educação no nível estadual, federal e municipal”, disse o professor Guilherme Graciano, que faz parte do comando de greve do Sind-UTE.

Graciano lembrou que no próximo dia 14 de junho, também será declarada uma greve nacional contra a reforma da Previdência, outro ponto de grande polêmica do Governo Federal.

“Nos preparamos, inclusive, pro próximo dia 14 de junho, onde haverá uma greve nacional, de todos os trabalhadores do Brasil, contra a reforma da Previdência”, explicou.

Cidades nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal também aderiram à manifestação contra os cortes na educação que aconteceram por todo o país nesta quarta-feira.

Informações: Carlos Vilela

Comentários...