Geral

Prefeitura começa a realizar reformas nas escolas municipais de Uberlândia

Enviado por: Redação V9 11/01/2017

O Programa Escola Bem Arrumada teve início nesta terça-feira, 10 e uma das primeiras unidades a receber a força-tarefa foi a Escola Hilda Leão Carneiro, no Bairro Morumbi, região leste, além de outras unidades na mesma área. O projeto da Prefeitura de Uberlândia tem o objetivo de recuperar as estruturas físicas das escolas, encontradas em situações precárias pela atual administração no início deste mês.

O projeto atenderá todas as 118 unidades municipais de ensino e mais oito anexos, com serviços de reforma e manutenção.

Atendendo uma determinação do prefeito Odelmo Leão, o Escola Bem Arrumada terá continuidade durante todo o ano. “Neste momento, estamos fazendo os serviços mais emergenciais, tudo com responsabilidade e respeitando o orçamento disponibilizado”, disse a secretária de Educação, Célia Tavares. Segunda ela, foi montado um cronograma de trabalho que deve ser executado ainda em janeiro e depois terá continuidade de acordo com as necessidades surgidas.

Para o trabalho ser o mais amplo possível, a Escola Bem Arrumada reúne as secretarias municipais de Educação, Saúde, Meio Ambiente, Trânsito e Transportes, Obras, Comunicação Social e Gestão Estratégica, além do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) e a Empresa Municipal de Apoio e Manutenção (Emam).

As vistorias nas escolas começaram na semana passada e a expectativa é que sejam finalizadas até a próxima sexta-feira 13. Nesta fase são observados principalmente itens como infiltrações nos telhados e as redes hidráulica e elétrica. Outros aspectos considerados envolvem situação dos bebedouros de água fornecida aos alunos e servidores, toldos e infestações de animais (pombos, ratos e insetos), além de pinturas, trincados e rachaduras nas paredes. Em seguida tem início a execução dos serviços. Como cada escola tem necessidades distintas, as equipes profissionais são divididas de acordo com os serviços a serem feitos, o que permite uma maior agilidade na execução. Juntamente com a Escola Hilda Leão Carneiro, outras escolas também da região leste foram atendidas.

Ao todo são dezenas de profissionais envolvidos em serviços como os feitos pela pasta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, que consiste em capinas, roçagens e podas de árvores, tanto nas partes internas das escolas, como nas externas e em lotes vagos no entorno. Já a Secretaria de Trânsito e Transportes é responsável pelas sinalizações de vias próximas às unidades e a Obras pelas recuperações das massas asfálticas com a operação Tapa-Buracos.

Um trabalho considerado indispensável está sendo feito pelas equipes do Centro de Controle de Zoonoses, da Secretaria de Saúde, e consiste no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Além da eliminação dos focos nas escolas, eles também estão sendo eliminados no entorno delas, como lotes vagos, calhas, telhas, vasos de plantas e bebedouros de animais, entre outros itens. “O espaço escolar precisa ser pensado e trabalhado tanto nas unidades, quanto fora delas. Uma escola é uma referência e queremos que as nossas sejam as melhores possível”, disse Célia Tavares.

Os serviços são principalmente para as escolas, mas foram bem recebidos pela população do Morumbi. “Os lotes próximos à minha casa não recebiam limpeza há meses e estavam com lixo e mato alto. Agora, com apenas uma semana de trabalho da atual equipe, já estão sendo capinados e limpados. É muito bom saber que estão se lembrando da gente”, disse a dona de casa Vânia Cristina Almeida, moradora do Morumbi há 14 anos.

Secom

Comentários...