Polícia

Alexandre Nardoni retorna ao regime fechado por determinação da justiça

Enviado por: Redação V9 14/08/2019

A Justiça de São Paulo ordenou que Alexandre Nardoni retorne ao regime fechado, quando o preso cumpre pena dentro da penitenciária em tempo integral. Desde abril deste ano ele cumpria pena pelo assassinato da filha Isabella em regime semiaberto, onde é possível deixar a cadeia para trabalhar e voltar somente à noite.

A determinação ocorreu após Nardoni deixar a penitenciária de Tremembé, interior de São Paulo, para a saída temporária de Dia dos Pais, um dos benefícios dados a presos do regime semiaberto.

Ainda no regime o preso tem a possibilidade reduzir um dia de pena a cada três trabalhados. Além disso, ele tem o direito a até cinco saídas temporárias de até sete dias ao longo do ano.

Com a decisão da Justiça, Nardoni perdeu todos os benefícios. Os desembargadores Luís Soares de Mello Neto, Euvaldo Chaib e Camilo Léllis, da 4ª Câmara Criminal, acataram o pedido de regressão de regime feito pelo Ministério Público, que alegou a não realização de um exame criminológico, fundamental para que o preso troque de regime.

O pedido de progressão de pena foi feito pela própria defesa do condenado, que aguardava o julgamento do recurso desde setembro de 2018. Isabella Nardoni foi morta no dia 29 de maço de 2008, após ser espancada e jogada, ainda com vida, da janela do sexto andar do prédio onde morava o pai e a madrasta, Ana Carolina Jatobá, em São Paulo.

Ana Carolina também foi condenada pela morte da menina. Entretanto, desde agosto de 2017, a companheira de Alexandre Nardoni cumpre a pena de 26 anos e oito meses em regime semiaberto, apresentando-se, todas as noites, na Penitenciária Feminina de Tremembé.

SBT BRASIL

Relembre

Alexandre Nardoni ganha progressão para regime semiaberto 11 anos após morte da filha

Comentários...