Polícia

Após gritos de socorro, PM livra mulher de cárcere e agressões do marido, em Uberlândia

Enviado por: Carolina Vilela 05/10/2018

Um homem foi preso em Uberlândia suspeito de ameaçar, agredir e manter a esposa em cárcere privado dentro de casa, no Bairro Brasil. A prisão aconteceu na madrugada desta quinta-feira, 4.

A Polícia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros foram acionados por vizinhos que ouviram os gritos e perceberam que a mulher estava sendo agredida no imóvel, na Rua José Alves Garcia. Segundo os policiais, o morador se negou a abrir, sendo preciso arrombar a porta. O suspeito, identificado como Ângelo Samuel Ferreira Rodrigues, de 25 anos, teria amarrado e amordaçado a vítima Núbia Soraia Miranda da Costa, de 24 anos.

Ela estava com as costas mordidas e arranhadas e, segundo a mulher, recebia ameaças de morte. Ela disse ainda que o intuito do marido era realmente matá-la por conta de embriaguez e ciúmes.

“Ele me sufocou com um pano, me arranhou, me mordeu, me jogou na parede. Eu liguei pra minha mãe, ela ligou de volta e ele atendeu, falou que tava tudo bem. Me amarrou com um pano na boca e falou que tava tudo bem”, disse.

Os militares, ao chegar no local, puderam ouvir do lado de fora os gritos de socorro da vítima. “A gente pôde perceber que estava havendo agressão no local. Foi feito o arrombamento e foi possível imobilizar o autor e constatar várias lesões na vítima. Ela disse que as agressões foram severas, chegou a sufocá-la com um pano de prato, entre outras”, disse o militar.

Ângelo foi encaminhado à delegacia pelo crime de Maria da Penha, cárcere privado e tentativa de homicídio por conta de uma faca que foi encontrada ao lado do autor no local do fato. À nossa equipe ele negou todas as acusações.

No local: Bruno Rocha

Comentários...