Polícia

Garota de 15 anos é estuprada na frente da mãe e padrasto é baleado, em Uberlândia

Enviado por: Carolina Vilela 18/05/2017

Uma adolescente de 15 anos foi estuprada na frente da mãe na noite desta quarta-feira, 17, na Alameda 1, esquina com a Rua Rouxinol, Bairro Morada Nova, em Uberlândia. O crime aconteceu por volta de 20h20, no meio da rua. Um bandido armado com revólver se aproximou da menor, que fazia caminhada com a mãe e o padrasto e obrigou a adolescente a fazer sexo com ele.

O padrasto tentou aproveitar de um momento de descuido do criminoso, pegou um pedaço de pau que estava próximo e acertou uma pancada na cabeça do estuprador, mas ele revidou com um tiro, que acertou o braço do padrasto da vítima.

O bandido estava em uma motocicleta e fugiu. A mãe da garota chegou a pedir que ele fizesse sexo com ela e não com a filha, que era virgem, mas o tarado estuprou a garota.

O homem ferido e a garota foram socorridos e levados para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Planalto. A Polícia Militar (PM) foi acionada pelos responsáveis na UAI.

A abordagem do estuprador

As vítimas contaram que saíram de casa, no Assentamento Bom Jesus, para fazer caminhada. Eles foram pelo Anel Viário, passaram pela Avenida Aldo Borges Leão sentido à Rua Rouxinol. Ao cruzar a Alameda 1, o estuprador, negro, de aproximadamente 1,70 metro, aparentando sintomas de embriaguez, apagou o farol da moto e fez a abordagem já com o revólver em punho.

Ele anunciou o assalto e exigiu celulares e dinheiro. Como viu que os objetos tinham pouco valor de mercado, ordenou que o casal, de 28 e 38 anos ficassem sentados atrás do muro e começou a violentar a menor.

A mãe entrou em desespero solicitando por socorro. O padrasto, aproveitando um descuido do autor, desferiu uma paulada na cabeça dele. Nesse momento o criminoso desistiu de continuar o estupro, apontou a arma de fogo em direção ao padrasto e efetuou três disparos. Dois tiros atingiram o homem, um no braço direito e outro na axila direita.

Após o fato, o autor fugiu do local na motocicleta sentido à Avenida Aldo Borges Leão. A adolescente e o padrasto receberam os primeiros atendimentos na UAI do Bairro Planalto, e posteriormente a polícia levou a menor para o pronto-socorro do Hospital de Clínicas da UFU, onde ficou sob cuidados médicos. O homem não corre risco de morte.

A mãe da adolescente sofreu lesões físicas, sem risco aparente. A perícia técnica foi acionada pelo Copom e recolheu uma carabina de pressão a qual se encontrava com a coronha danificada e com a presença de sangue. As vítimas disseram desconhecer a existência da arma mencionada.

Até o momento o estuprador não foi preso.

O bandido trajava uma jaqueta de cor preta, calça jeans de cor preta, usando capacete de cor preta com faixas nas lateral de cor prata, em uma motocicleta velha de cor azul escuro.

 

Comentários...