Polícia

Mulher morre quatro dias após ser espancada e jogada de veículo em Uberlândia

Enviado por: Carolina Vilela 09/08/2017

Sandra Maria Pereira Lima, de 42 anos, morreu quatro dias após ser espancada

Morreu nesta terça-feira, 8 de agosto, em Uberlândia, Sandra Maria Pereira Lima, de 42 anos. O caso é investigado como homicídio. Sandra estava internada desde a última sexta-feira, 4 de agosto, vítima de espancamento e ainda teria sido jogada de um carro.

As informações são da filha de Sandra, que acionou a Polícia Militar (PM) na Rua Arlindo Teixeira, Bairro Martins, na tarde de ontem, porque o principal suspeito do crime estava em frente à casa dela. Marilúcio Andrade, de 40 anos acabou preso por posse ilegal de arma de fogo e embriaguez ao volante.

O genro de Sandra foi quem acionou a polícia por volta de 16h, dizendo que o suspeito de agredir Sandra, levando-a à morte, estava em um veículo Corsa de cor prata estacionado em frente à residência em que a vítima residia.

O suspeito identificou-se como agente penitenciário, mostrando a funcional. Ele disse estar no local, porque era casado com Sandra e morava no local. Em averiguações a PM constatou que Marilúcio já havia sido exonerado do cargo. Filha e genro de Sandra disseram que ela morreu às 13h de ontem em decorrência dos ferimentos causados por Marilúcio.

Dentro do veículo foi encontrado um molho de chaves reconhecido pelos solicitantes como pertencente à vítima. Com o suspeito também estava um certificado de registro federal de arma de fogo, uma pistola, com data de validade vencida em 18/09/2012. A arma foi apreendida na casa do autor, que foi preso por posse ilegal de arma de fogo.

Sem gravar entrevista, Marilúcio disse que é casado e mantinha um relacionamento com Sandra há 3 anos, como amante. No entanto ele nega tê-la agredido ou jogado do carro. E disse que a mulher caiu do veículo. O suspeito ainda alegou ter, ele próprio acionado o socorro.

Informações: Léo Carvalho. Edição: Carolina Vilela

Comentários...