Polícia

Quiosque de água de coco é incendiado em vingança por estupro de criança, em Uberlândia

Enviado por: Carolina Vilela 05/12/2018

Um incêndio que pode ter sido proposital danificou uma barraca de água de coco no Bairro Planalto, em Uberlândia, na madrugada desta quarta-feira, 5. O quiosque pertence a José Eduardo de Oliveira, de 64 anos, suspeito de estuprar uma criança de 12 anos e que foi preso no dia 1º de dezembro.

O Corpo de Bombeiros esteve na Rua da Secretaria e apagou as chamas, que destruíram tudo dentro da barraca. A informação à Polícia Militar (PM) é de que dois homens, sendo um de bicicleta e outro a pé, atearam fogo no trailer e fugiram.

Na ocasião da prisão de José Eduardo, a mãe da vítima procurou a nossa equipe de reportagem e contou alguns detalhes que descobriu. Ela recebeu denúncia indicando que a filha dela era estuprada pelo idoso desde o início deste ano, quando ela tinha apenas 11 anos. A menina era arrastada para dentro do imóvel e chegou a ser amarrada em uma das ocasiões para cometimento do estupro. De acordo com a mãe, no celular do preso havia imagens da menina sendo violentada, inclusive a foto de proteção de tela do aparelho era da garotinha. Ainda segundo a mãe, a menor não foi a única vítima do suspeito, que já é conhecido no bairro como “Dudu pedófilo”.

Os policiais acreditam que, provavelmente, a população ficou revoltada com a situação e alguns homens atearam fogo na barraca como forma de vingança.

Imagens de câmeras de comércios vizinhos são usadas para tentar identificar os suspeitos.

Idoso é preso suspeito de molestar criança de 12 anos em Uberlândia

Comentários...