Política

Protesto em defesa da Lava Jato reúne manifestantes em Uberlândia

Enviado por: Darah Gomes 05/12/2016

(Imagem: Marcello Casal Jr / Fotos Públicas/)

(Imagem: Marcello Casal Jr / Fotos Públicas/)

Com a segurança reforçada, milhares de pessoas vestidas de verde e amarelo e empunhando bandeiras do Brasil se reuniram neste domingo, 4, em cerca de 200 cidades. O protesto é em defesa da Operação Lava Jato e contra o pacote de medidas anticorrupção aprovado com modificações pela Câmara dos Deputados na madrugada do dia 30 de novembro.

Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal, na Esplanada dos Ministérios até as 11h15 entre 4 e 5 mil pessoas participavam pacificamente do protesto, previsto para ser encerrado às 13h. Para os organizadores, são mais 15 mil manifestantes. Entre os movimentos que convocaram os protestos, estão o Vem pra Rua e o Avança Brasil.

As manifestações estão permitidas apenas no gramado da Esplanada dos Ministérios, a partir da Catedral de Brasília até a Avenida das Bandeiras, mas alguns manifestantes conseguiram chegar próximo ao espelho d’água do Congresso Nacional, onde espalharam desenhos de ratos, simbolizando, segundo eles, os políticos.

Os manifestantes alegam que as mudanças no projeto de lei das medidas de combate a corrupção prejudica o trabalho do judiciário. Cerca de 15 promotores de justiça e servidores do ministério público participaram da manifestação em Uberlândia com uma camiseta preta, contra a chamada lei do abuso de autoridade.

Uberlândia

Uberlândia também foi palco de protestos no centro da cidade. Cerca de 4 mil manifestantes se reuniram na Praça Tubal Vilela e passaram por duas grandes avenidas da cidade, além da Rua Bernardo Guimarães.

As roupas de muitas pessoas estavam estampadas com as cores da bandeira do Brasil, enquanto outros estavam de preto, representando luto pela corrupção. Os manifestantes gritavam frases a favor do juiz Sérgio Moro e contra alguns políticos, como Renan Calheiros e o prefeito eleito Odelmo Leão, que votou favorável a emenda do pacote anticorrupção.

De acordo com militares, a manifestação foi pacífica.

Agência Brasil e Redação Uipi

Comentários...