Política

Desembargador não aceita recurso e aumento de salário de vereadores continua suspenso

Enviado por: Redação V9 12/01/2018

O desembargador Wilson Benevides, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), não aceitou o recurso de aumento dos salários dos vereadores de Uberlândia. A decisão foi assinada nesta  terça-feira, 9.

A primeira suspensão foi assinada pelo juiz da 1ª vara da fazenda pública de Uberlândia, João Ercy. O presidente da Câmara de Uberlândia, Alexandre Nogueira, promulgou um recurso para o TJMG  de Belo Horizonte para tentar reverter a decisão do magistrado do município.

O desembargador não aceitou o recurso e indeferiu o pedido da Câmara de Uberlândia. Sendo assim, o reajuste votado pelos vereadores está suspenso. No documento expedido pelo Dr. Wilson Benevides, ele cita que “O interesse dos vereadores não pode sobrepor aos interesses da população”, afirma.

A decisão do TJMG ainda cabe recurso.

Aumento salário

O aumento foi votado pelos vereadores no dia 15 de dezembro de 2017. Essa aprovação deixou a população de Uberlândia irritada. O reajuste aprovado foi de dezenove vírgula oito por cento – 19,8%.  Atualmente os 27 camaristas ganham R$ 15.031,62 e passariam a ganhar R$ 18.007,88.

A notícia sobre o aumento foi assunto em rede nacional. Um repórter do município, questionou  a Procuradora da Câmara de Uberlândia, Alice Ribeiro, sobre o aumento dos salários dos vereadores e foi agredido. O caso repercutiu também nas redes sociais.

 

Leia mais sobre o assunto:
Vereadores promulgam o reajuste dos salários em Uberlândia

TJMG suspende aumento no salário dos vereadores de Uberlândia

Vereadores de Uberlândia aprovam aumento de 19,% nos próprios salários – de 15 para R$ 18 mil

Comentários...