Polícia prende suspeitos de explosão do banco Bradesco em Uberlândia

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

A Polícia Militar (PM), realizou entre a noite de quarta (7) e madrugada de quinta (8), em Uberlândia, a prisão de 3 suspeitos pela explosão da Agência do Bradesco na Avenida Rondon Pacheco.

Os militares também encontraram o veículo utilizado no crime. A PM, realizou intenso trabalho integrado na busca e trato das informações para chegar-se a autoria do evento e munir as guarnições da 9ª RPM com bases/referências pontuais e precisas para que se alcançasse uma repressão qualificada e inteligente.

As ações que culminaram com a prisão dos autores, presos dois homens de 23 e 28 anos e uma mulher de 24 anos, tiveram início com a verificação de imagens gravadas das câmeras de residências próximas ao local que registraram a explosão, e, posteriormente, as câmeras próximas à Rua Guaicuru, onde o veículo Kadet branco, produto de crime no dia 28/06/2021, utilizado pelos autores, fora abandonado, com vestimentas e apetrechos utilizados no crime. Com a análise das diversas imagens foi possível verificar que logo após abandonarem o veículo, os dois homens contaram com o apoio de uma mulher, que acionou um aplicativo de transporte de passageiros.

Com estas informações e novas diligências, chegou-se ao endereço do casal de suspeitos, a mulher de 24 anos e o homem de 28, na rua Espírito Santo, bairro Brasil, onde foram encontrados no interior do imóvel e localizadas as vestimentas utilizadas no momento do crime. Ante as evidências, admitiram a participação na tentativa de furto, inclusive detalhando perante a equipe policial os detalhes do fato. Em seguida, os policiais militares foram até a Rua Monjolo, bairro Morumbi, onde prenderam o terceiro envolvido, de 23 anos, que, frente às evidências apresentadas, também admitiu sua participação na ocorrência. Neste endereço, os policiais ainda apreenderam as vestes utilizadas por este autor no momento do crime, idênticas às captadas pelas câmeras de segurança.

A autora, mãe de três crianças, com idades de 04 meses, 03 anos e 07 anos, foi devidamente assistida pelo Conselho Tutelar, que dará o devido encaminhamento as crianças. Os dois homens conduzidos possuem prontuários criminais pela prática de crimes semelhantes.

Acompanhe entrevista dos militares:

LEIA TAMBÉM!