ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Com 10 passes, Sub-17 abre o caminho da goleada

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

O gol que abriu o caminho da goleada da Seleção Brasileira Sub-17 na noite desta sexta-feira, contra a Venezuela, foi uma pintura coletiva. Mostrou a essência do estilo de jogo desta equipe, que fez 4 a 0 e chegou ao segundo lugar na tabela do Sul-Americano do Chile.

Foram exatos dez toques na bola até que ela fosse morrer no fundo do barbante. Começou com o lateral cobrado pelo camisa 6, Weverson. O volante Victor Bobsin dominou e teve calma para escolher a melhor jogada. A sequência foi de uma triangulação entre ele, o lateral-esquerdo e o meia Alan.

Foi o próprio Bobsin que rompeu a primeira linha defensiva da Venezuela ao tocar por dentro para Paulinho. Aí veio a tabelinha: PaulInho, Lincoln, Paulinho, Lincoln.

Servido por Vinícius Jr. na primeira rodada do hexagonal final, Lincoln retribuiu a gentileza e deixou o companheiro de Flamengo livre para abrir o placar. Aí o camisa 11 não perdoou. É bem verdade que contou com ajuda do zagueiro venezuelano, mas nada que apagasse o brilho da jogada.

CBF

LEIA TAMBÉM!