Cemepe oferece diversos cursos no mês de setembro

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

O mês de setembro chegou com diversas opções de cursos gratuitos para os profissionais do magistério, oferecidos pelo Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz (Cemepe). O espaço mantido pela Secretaria de Educação fica no bairro Brasil e conta com servidores especializados em áreas pedagógicas e administrativas. Entre as opções, os interessados podem aprender ou aperfeiçoar seus conhecimentos em Braille e planejamento financeiro, entre outras opções. O tema da dependência química ganha destaque durante os encontros do projeto “Crack, é possível vencer”. Já a Formação Continuada atende professores e demais profissionais interessados em melhorar ainda mais seus conhecimentos para utilizá-los junto aos alunos.

Cemepe fez mais de 10 mil atendimentos no primeiro semestre

O Cemepe é um espaço destinado à assessoria e capacitação de profissionais que atuam nas escolas da Prefeitura de Uberlândia. No início do ano, o Centro passou por uma reestruturação, refletida nos números de atendimentos, sendo que mais de 10 mil pessoas participaram dos cursos oferecidos.

Segundo a diretora do Cemepe, Mary Angeli Oliveira Andrade, a evolução deve ser buscada constantemente e por isto as ações que já estavam em execução foram melhoradas e outras foram implementadas. “Tudo para acolher tanto os profissionais que utilizam o Centro periodicamente, quanto os servidores que desenvolvem projetos em seus locais de trabalho”, disse.

Uma proposta adotada pelo setor de Assessoria Pedagógica fez com que a Educação seja percebida de maneira mais ampla e unificada. Na prática, o novo formato permite que um mesmo servidor trabalhe, por exemplo, o processo de ensino e aprendizagem desde o atendimento infantil até o nono ano do ensino fundamental. Antes os profissionais atuavam por áreas, como “Linguagens” ou “Ciências” e existia uma divisão entre educação infantil e ensino fundamental.

Quadro profissional foi reestruturado

Uma reestruturação do quadro profissional do Centro também permitiu melhorias. Agora a divisão é entre assessores pedagógicos de ensino ou de educação. Os assessores de ensino atuam no Cemepe e atendem as demandas relativas à orientação e capacitação. Já a equipe da educação visita escolas e faz levantamentos de sugestões e necessidades, além da observar as experiências do dia a dia das unidades de ensino. Posteriormente, os assessores das duas funções se reúnem para apresentar o trabalho desenvolvido nas duas frentes para desenvolver projetos, entender os desafios e implantar iniciativas com foco nas melhorias dos processos na rede municipal de ensino.

Cursos de formação continuada

Um dos trabalhos mais conhecidos do Cemepe e buscados pela comunidade escolar é a Formação Continuada, que consiste na oferta de cursos de aperfeiçoamento profissional. Os temas e o público-alvo são definidos de acordo com as necessidades observadas nas unidades escolares. Com base nas demandas e propostas, são desenvolvidas atividades em prol de objetivos em comum, assim as diversas experiências são consideradas e melhores resultados são obtidos. Entre as opções contam Braille, Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) e confecção de merenda escolar com atenções especiais à higiene e aos valores nutricionais, entre outras.

Prefeitura de Uberlândia

LEIA TAMBÉM!