Polícia

Mulher de 59 anos é espancada pelo próprio sobrinho e morre, em Tupaciguara

Enviado por: Carolina Vilela 28/04/2017

Um crime de homicídio registrado em Tupaciguara, no Triângulo Mineiro, deixou toda uma família abalada. Abadia Vitalina Gonçalves, de 59 anos, foi encontrada muito ferida dentro de casa, na Rua João Batista de Oliveira, Bairro Tiradentes, na noite de sábado, 22. A mulher estava amordaçada, com um pano inserido profundamente na boca, e com sinais de espancamento.

O autor do assassinato, segundo familiares, seria o sobrinho da vítima, Flávio dos Santos Roque, de 30 anos. Ele já está preso na delegacia da cidade.

De acordo com as sobrinhas de Abadia, Flávio é foragido da justiça de Uberlândia pelo crime de tráfico de drogas e foi buscar abrigo na casa dos parentes em Tupaciguara. As três sobrinhas com quem nossa equipe conversou, Dayane Stefany Barbosa Silva, Cintia Maria de Souza e Joana Darc de Souza, disseram que Flávio chegou “se fazendo de crente, sempre com uma Bíblia embaixo do braço e orando com as tias”, pra ganhar confiança.

No último sábado, 22, ela foi mantida refém por 12 horas dentro da própria casa, onde sofreu agressões, principalmente na cabeça. O sobrinho teria roubado vários objetos da vítima para vender ao longo do dia. Ele contou com a ajuda de um comparsa, identificado pelo apelido de Chapola, para carregar e vender os objetos em pontos de tráfico de drogas. Eles mantiveram a porta da sala fechada e passavam pela cozinha com os bens roubados.

Um parente foi até a residência e encontrou a porta fechada. Abadia também não respondia aos chamados. Ao entrarem encontraram a vítima caída inconsciente.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu Abadia ainda com os sinais vitais, mas com traumatismo craniano gravíssimo. Ela foi transferida para o Pronto-Socorro da UFU, onde não resistiu aos ferimentos.

Flávio confessou ter dado socos na cabeça da tia e usado um pano para abafar os gritos. Ele está preso.

Carolina Vilela – Com informações de Léo Soares

Comentários...