Esportes

‘Chorei bastante no colo da minha família’, conta Léo Silva sobre ter pendurado as chuteiras

Enviado por: Redação V9 09/04/2020

Duas décadas na profissão, diversos títulos conquistados e uma história maravilhosa no mundo da bola. Assim pode ser resumida a carreira do ex-zagueiro Leonardo Silva, que hoje ensaia atuar num cargo diretivo no Atlético, último clube que defendeu. A adaptação à nova rotina, que começa a dar sinais positivos, foi adversário complicado na vida do carioca de 40 anos.

Com 390 jogos com a camisa preta e branca e 36 gols marcados, Léo se tornou o zagueiro com o maior número de tentos anotados na história do alvinegro e também protagonizou lances e participações inesquecíveis nas conquistas recentes do Galo.

O agora ex-jogador participou nesta quarta-feira (8) da Live da TV Galo, ao lado do ex-volante Pierre, amigo que conheceu em 2007, no Palmeiras. Durante a participação, o eterno “capitão” contou como foi pendurar as chuteiras, principalmente sentindo que o corpo ainda dava conta de mais capítulos dentro das quatro linhas.

“Eu senti bastante. Foi uma adaptação difícil. Faz falta até hoje, sinto muita saudade. Chorei bastante no colo da minha família. Fiz isso durante 20 anos e achava que podia fazer mais. Foi uma decisão que tive. Mas hoje estou bem e me adaptando. O melhor disso tudo foi continuar com as portas abertas no Galo. Isso tornou meu dia a dia mais fácil. Mas sempre penso na torcida, nos jogos…”, relembrou.

Atualmente, Silva ocupa o cargo de coordenador da equipe de transição do Atlético. Contudo, o projeto deve ser interrompido em breve, por contenção de custos. Assim que a decisão for tomada pela diretoria, ele deve ser convidado a desempenhar outra função.

Hoje em Dia

Comentários...