Esportes

Cruzeiro aposta em trocas para compor negociação por Bruno Henrique, do Santos

Enviado por: Redação V9 07/12/2018

Bruno Henrique, de 27 anos, é o principal alvo da diretoria do Cruzeiro para o setor ofensivo. Fonte: Ivan Storti/Santos FC

O Cruzeiro segue confiante de que poderá contratar Bruno Henrique, do Santos, para a temporada 2019. A aposta da diretoria é oferecer jogadores em troca, além de uma quantia em dinheiro ainda não definida.

Segundo apurou o Superesportes, o clube celeste disponibilizou uma lista para que a direção do Peixe escolha um ou dois jogadores. Estão na relação o zagueiro Manoel, o volante Bruno Silva, o meia Mancuello e os atacantes Sassá e Rafael Sobis.
Com 45% dos direitos econômicos ligados ao Cruzeiro, Sassá foi o que recebeu mais aprovação do Santos, principalmente por ter potencial para, futuramente, gerar retorno financeiro, já que está com 24 anos. Além disso, o clube da Vila Belmiro deve perder Gabriel, artilheiro do time em 2018, com 27 gols. O West Ham, da Inglaterra, pode ser destino para o centroavante ligado à Inter de Milão, da Itália.
Os demais jogadores não causaram tanta empolgação na diretoria santista. O presidente José Carlos Peres chegou a pedir Arrascaeta em troca, o que foi prontamente descartado pelo Cruzeiro. O uruguaio só será negociado com algum clube da Europa.
Os olhares dos paulistas se voltaram então para Thiago Neves, que também goza de grande prestígio no elenco cruzeirense, mas não é considerado inegociável. Corinthians e Grêmio também estão interessados no camisa 30, artilheiro da Raposa tanto em 2017, com 17 gols, quanto em 2018, com 15 (mesmo número de Arrascaeta).
O fato de Bruno Henrique ter alcançado números modestos em 2018 – dois gols em 34 jogos – também o fez perder status de “inegociável” na Vila. Em 2017, o atacante havia sido um dos destaques do Peixe, com 18 gols em 53 partidas.
Bruninho, como é conhecido o jogador pelos amigos em Belo Horizonte, foi criado na Vila Tiradentes, do Bairro Concórdia, Região Nordeste da capital mineira. Muitos familiares do atacante ainda residem no local e pedem seu regresso a Minas, o que poderia facilitar o acerto com o Cruzeiro.
O estafe de Bruno Henrique, encabeçado pelo empresário Dênis Ricardo (ex-zagueiro do América), tem tentado resolver a situação do atacante junto à diretoria do Santos.
O técnico Mano Menezes, apreciador do futebol de Bruno Henrique, desconversou sobre o assunto em entrevista à TV Globo. “O Cruzeiro está trabalhando nesse sentido, sem dúvida nenhuma. Mas vamos trabalhar quietinho, como o mineiro gosta”. O comandante dedica o fim de ano às aulas do curso de Licença PRO da CBF, categoria mais alta para os treinadores no futebol brasileiro.

Bruno Henrique possui contrato com o Santos até 31 de janeiro de 2021. Ele teve 100% dos direitos econômicos adquiridos ao Wolfsburg, da Alemanha, por 4,5 milhões de euros (R$ 13,5 milhões em janeiro de 2017). Por ser “dono único” do jogador, o Peixe poderia exigir participação em uma transferência futura e, consequentemente, “baratear” o negócio para o Cruzeiro.

Superesportes

Comentários...