Esportes

Cruzeiro apresenta futebol ‘pobre’ e perde para o Grêmio na estreia da Série A

Enviado por: Redação V9 15/04/2018

O Campeonato Brasileiro começou com derrota para o Cruzeiro, que viu o Grêmio dominar a bola e triunfar por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Mineirão. A Raposa jogou bem abaixo do que pode e frustrou a torcida. O único gol do jogo foi marcado por André ‘Balada’, que fez a sua estreia no Tricolor. O time de Mano Menezes deixou o campo vaiado.

O Cruzeiro agora volta o foco para a Copa Libertadores. A Raposa entra em campo nesta quinta-feira, dia 19, às 21h30, em Santiago, no Chile. O rival será a Universidad de Chile. Último do Grupo 5, com 1 ponto, o clube celeste precisa da vitória para não complicar ainda mais sua situação.

Cruzeiro vê o Grêmio com a bola

Na etapa inicial, o time gaúcho conseguiu controlar o jogo, dominando a pelota. O Grêmio chegou a ter quase 70% de posse de bola. Mas faltou objetividade ao Tricolor, que não conseguiu infiltrar na defesa celeste. Destaque para o zagueiro Dedé, bem na jogada aérea e certeiro nos desarmes pelo chão.

O Cruzeiro não foi nem de longe o time ligado da finalíssima do Mineiro. Em muitos momentos, os jogadores pareciam desligados e sem inspiração. Thiago Neves, Robinho e Arrascaeta erraram muito. Já o atacante Sobis correu, se doou, mas também nada produziu. O goleiro gremista Marcelo Grohe pouco trabalhou nos primeiros 45 minutos.

As melhores jogadas do Cruzeiro saíram da bola parada. Aos 21 minutos, Thiago Neves cobrou escanteio e Henrique desviou na rede pelo lado de fora. O Grêmio teve apenas duas finalizações, nenhuma com grande perigo.

 

André ‘Balada’ dá vitória ao Grêmio

Diante da falta de agressividade ofensiva do Cruzeiro, o técnico Mano Menezes promoveu a entrada de Sassá no segundo tempo na vaga de Rafael Sobis. A mudança não surtiu o efeito esperado. O Grêmio seguiu tocando bola e fazendo seu jogo. E o gol dos tricolores não demorou a sair.

Aos 9 minutos, Ramiro foi lançado no flanco direito de ataque, driblou Egídio com facilidade e cruzou. Cicero desviou de cabeça na primeira trave, e a bola sobrou para André empurrar para as redes: 0 a 1.

O Cruzeiro teve a chance de empatar logo no lance seguinte. Thiago Neves recebeu a bola em boas condições dentro da área e chutou em cima de Grohe. O Cruzeiro partiu para cima e deixou mais espaço para o time do Sul, que quase ampliou com Everton aos 15 minutos. Fábio fez grande defesa.

O jogo poderia ter mudado de figura aos 27 minutos. Arrascaeta foi lançado e sairia com boas condições de empatar, mas  Kannemann deu um carrinho fortíssimo no cruzeirense. O zaguieiro argentino foi expulso. Mesmo com um atleta a mais, a Raposa só conseguiu pressionar o rival nos minutos finais do jogo

Superesportes

Comentários...