Esportes

Cruzeiro defende sequência de quase dois anos sem perder mata-matas para brasileiros

Enviado por: Redação V9 13/04/2019

Cruzeiro venceu o 14º mata-mata consecutivo contra o América, na semifinal do Mineiro (Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)

Perto de enfrentar o Atlético na final do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro não perde mata-matas para clubes brasileiros há quase dois anos. A sequência começou em maio de 2017, quando o time superou a Chapecoense pelas oitavas de final da Copa do Brasil de 2017. Depois, foram mais 13 vitórias, sendo duas pelas finais do torneio nacional, em 2017 e 2018, e uma pela decisão do estadual, em 2018.
Entre as classificações memoráveis estão a da semifinal da Copa do Brasil de 2017, contra o Grêmio. O Cruzeiro encarou um time acostumado a jogar com a posse de bola e conseguiu avançar nos pênaltis, com triunfo por 3 a 2 (1 a 1 no placar agregado). Em 2018, também pela semifinal, a equipe celeste bateu o Palmeiras em pleno Allianz Parque, por 1 a 0, e empatou por 1 a 1, no Mineirão.
O último time a ter superado o Cruzeiro em duelos eliminatórios foi justamente o Atlético, pela final do Mineiro de 2017. O jogo de ida, em 30 de abril, no Mineirão, terminou empatado por 0 a 0. Na volta, em 7 de maio, o alvinegro ganhou por 2 a 1, no Horto, e conquistou o título. Em 2018, as equipes tornaram a se enfrentar na decisão. Líder da fase de pontos corridos, a Raposa ficou com a taça ao ganhar a segunda partida por 2 a 0, no Mineirão, depois ter perdido a primeira, por 3 a 1, no Independência.
Na opinião do técnico Mano Menezes, o elenco do Cruzeiro é bem preparado para jogar esse tipo de partida. “Eu assumi um grupo maduro. O Cruzeiro já tem a base do seu grupo desde os títulos dos Campeonatos Brasileiros. O grupo foi brilhantemente dirigido pelo Marcelo (Oliveira). É um grupo experiente que já havia convivido com muitas situações. Lógico que você vai tendo uma identidade maior com esse grupo e o treinador. Também vai tendo uma confiança maior na medida em que você vence e conquista títulos. O torcedor entende melhor a maneira da equipe se comportar nesse tipo de jogo, participa e ajuda mais, porque já tem confiança. Isso logicamente aumentou com as duas conquistas da Copa do Brasil em 2017 e 2018”.
Do time titular do Cruzeiro, somente os meias Rodriguinho e Marquinhos Gabriel, contratados em 2019, não integraram os elencos campeões em 2017 e 2018. Edilson, Egídio e Fred ganharam o Mineiro e a Copa do Brasil do ano passado. Fábio, Dedé, Leo, Lucas Romero, Henrique e Robinho também estiveram no título da Copa do Brasil retrasada.
“A experiência é exatamente isso. Não são apenas anos de idade e campeonatos que a gente acumula. São vivências que nós tivemos nesses campeonatos, nesses anos, que fazem com que a gente esteja preparado para situações que certamente vão se repetir nessa final. Muita coisa no futebol se repete, ou algo parecido. Quando você se depara com a situação, olha para trás e pensa: ‘já passei por isso’. ‘Fiz certo quando deu certo, fiz errado quando deu errado’. O caminho você sabe, mas, mesmo assim, o caminho será construído de novo. Mesmo assim teremos algumas coisas que só vão pertencer a essa final. Precisamos saber que o jogo será duro, o confronto será duro, e temos que preparar para fazer dois bons jogos. É o caminho que temos”, opinou Mano.
Diante do Atlético, o Cruzeiro tentará ampliar a série positiva em mata-matas. O primeiro jogo será neste domingo, às 16h, no Mineirão. O segundo está marcado para sábado (20), às 16h30, em local a ser definido. Por ter liderado a primeira fase do Estadual, o time alvinegro jogará por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols para ser campeão.
Cruzeiro em mata-matas contra clubes brasileiros
Oitavas de final da Copa do Brasil
3 de maio – Cruzeiro 1×0 Chapecoense – Mineirão
1º de junho – Chapecoense 0x0 Cruzeiro – Arena Condá
Quartas de final da Copa do Brasil
28 de junho – Palmeiras 3×3 Cruzeiro – Allianz Parque
26 de julho – Cruzeiro 1×1 Palmeiras – Mineirão
Semifinal da Copa do Brasil
16 de agosto – Grêmio 1×0 Cruzeiro – Arena do Grêmio
23 de agosto – Cruzeiro 1×0 Grêmio – Mineirão (3×2 nos pênaltis)
Final da Copa do Brasil
7 de setembro – Flamengo 1×1 Cruzeiro – Maracanã
27 de setembro – Cruzeiro 0x0 Flamengo – Mineirão (5×3 nos pênaltis)
2018
Quartas de final do Campeonato Mineiro
17 de março – Cruzeiro 2×0 Patrocinense – Mineirão
Semifinal do Campeonato Mineiro
21 de março – Tupi 0x1 Cruzeiro – Mário Helênio
25 de março – Cruzeiro 2×1 Tupi – Mineirão
Final do Campeonato Mineiro
1º de abril – Atlético 3×1 Cruzeiro – Independência
8 de abril – Cruzeiro 2×0 Atlético – Mineirão
Oitavas de final da Copa do Brasil
16 de maio – Athletico-PR 1×2 Cruzeiro – Arena da Baixada
16 de julho – Cruzeiro 1×1 Athletico-PR – Mineirão
Quartas de final da Copa do Brasil
1º de agosto – Santos 0x1 Cruzeiro – Vila Belmiro
15 de agosto – Cruzeiro 1×2 Santos – Mineirão (3×0 nos pênaltis)
Oitavas de final da Copa Libertadores
8 de agosto – Flamengo 0x2 Cruzeiro – Maracanã
29 de agosto – Cruzeiro 0x1 Flamengo – Mineirão
Semifinal da Copa do Brasil
12 de setembro – Palmeiras 0x1 Cruzeiro – Allianz Parque
26 de setembro – Cruzeiro 1×1 Palmeiras – Mineirão
Final da Copa do Brasil
10 de outubro – Cruzeiro 1×0 Corinthians – Mineirão
17 de outubro – Corinthians 1×2 Cruzeiro – Arena Corinthians
2019
Quartas de final do Campeonato Mineiro
23 de março – Cruzeiro 5×0 Patrocinense – Mineirão
Semifinal do Campeonato Mineiro
31 de março – América 2×3 Cruzeiro – Independência
6 de abril – Cruzeiro 3×0 América – Mineirão
Superesportes

Comentários...