Esportes

Cruzeiro vence e segue na briga pela ponta do Campeonato Mineiro

Enviado por: Redação V9 11/02/2019

O Cruzeiro recuperou a vice-liderança do Campeonato Mineiro ao vencer o Tupynambás por 3 a 0, neste domingo, no Mineirão, pela sexta rodada da competição. Fred e Rodriguinho, no primeiro tempo, e Rafinha, na etapa final, marcaram os gols do triunfo que manteve a equipe celeste na cola do líder América. Os times somam 14 pontos, com quatro vitórias e dois empates, mas o Coelho leva vantagem no saldo: 11 a 9.

Na próxima rodada, América e Cruzeiro farão confronto direto na briga pela primeira colocação do Estadual. O clássico está marcado para domingo, às 17h, no Independência. O duelo será especial para o técnico Mano Menezes, que completará 200 jogos no comando da Raposa.

O jogo
Sem Thiago Neves, com lesão na panturrilha direita, e Robinho, poupado para realizar exercícios de equilíbrio muscular, Mano Menezes escalou Rodriguinho como armador e colocou Rafinha do lado direito do meio-campo. O volante Lucas Romero, habitualmente reserva em sua posição, foi confirmado ao lado de Henrique. Os demais jogadores já faziam parte de uma formação bastante utilizada pela comissão técnica.
O Cruzeiro foi melhor durante toda a partida e chegou a registrar 67% de posse de bola na etapa inicial. Se o goleiro Fábio e os zagueiros Dedé e Leo pouco trabalharam, os homens do setor de criação tentaram encaixar tabelas para superar a retranca do Tupynambás. Numa dessas jogadas, aos 14min, Egídio deu enfiada de bola para Marquinhos Gabriel, que foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. Fred se aproveitou de falha de Felipe Gregory e finalizou rasteiro, sem chances para Renan Rinaldi: 1 a 0. O camisa 9 marcou o 64º gol pela Raposa e se igualou ao ex-meia Alex na 31ª posição entre os maiores artilheiros da história do clube.
Sem encontrar resistência por parte do adversário, o Cruzeiro continuou a trocar passes no campo de ataque em busca do segundo gol. Aos 20min, Egídio cobrou falta, e Leo, de cabeça, quase marcou. Aos 26min, o zagueiro Adriano, do Tupynambás, atirou-se na frente da bola chutada por Henrique e conseguiu evitar lance de perigo. Já aos 40min, foi a vez de Rodriguinho, após jogada de Marquinhos Gabriel, exigir boa defesa de Renan Rinaldi em chute colocado no canto esquerdo.
A vantagem magra parecia persistir, mas Rodriguinho deu início a uma grande jogada aos 44min. Ele dominou a bola com categoria no meio-campo, girou sobre a marcação e fez passe longo para Rafinha. Enquanto o camisa 7 se preparava para cruzar, o meia recém-contratado ao Pyramids, do Egito, acompanhou o lance e correu até a grande área. A persistência de Rodriguinho foi premiada com uma oportunidade claríssima de gol. Ao receber de Rafinha, ele só teve o trabalho de finalizar e balançar a rede pela primeira vez no Cruzeiro: 2 a 0.
No segundo tempo, o Cruzeiro não demorou muito a fazer o terceiro gol. Aos 14min, Marquinhos Gabriel tocou a bola em profundidade para Rodriguinho, que, na linha de fundo, encontrou Rafinha quase na pequena área em passe rasteiro. O veterano de 35 anos completou com o pé direito e aumentou a contagem: 3 a 0.
Tão logo o Cruzeiro construiu vantagem confortável, o técnico Mano Menezes começou a mexer na equipe. O primeiro a entrar foi Raniel, aos 18min, no lugar de Fred. Em seu primeiro toque na bola, ele cabeceou por cima, livre de marcação, depois de lançamento de Edílson. Já aos 26min, o camisa 17 não conseguiu completar chute cruzado de Marquinhos Gabriel. No restante da partida, Jadson e Renato Kayzer ganharam minutos em campo. O time celeste até chegou algumas vezes com perigo, mas não conseguiu alcançar o quarto gol.
Superesportes

Comentários...