Esportes

Nova diretoria do Cruzeiro prioriza procura por um atacante no mercado e define perfil

Enviado por: Redação V9 14/11/2017

Gabigol está no perfil requerido por Mano. Cruzeiro não confirma negociação com o atacante Fonte: AFP

A nova diretoria do Cruzeiro tem trabalhado para manter os jogadores do atual elenco. Os casos mais delicados são os do volante Hudson e do lateral-esquerdo Diogo Barbosa. Além de tentar garantir a permanência desses atletas, o homem forte do futebol celeste para 2018, o ex-presidente do Ipatinga Itair Machado, tem analisado o mercado de contratações.

O Cruzeiro já definiu que vai priorizar um atacante. Os nomes ainda são guardados em sigilo. O perfil, contudo, já está definido. O técnico Mano Menezes disse à diretoria que quer um atacante que tenha mobilidade, recompondo quando necessário e auxiliando os armadores, e faro de gol.

“Vamos ter uma reunião com o Mano Menezes esta semana, mas é evidente que em relação à posição de atacante a gente está atento ao mercado. Mas não vamos falar nomes. A gente quer achar atacante de área que não seja estático”, disse o vice-presidente de futebol eleito, Itair Machado, ao Superesportes.

O Cruzeiro tem sofrido com a falta de um atacante de ‘ofício’ no time. Há seis partidas, um jogador de área não marca gol. O último foi Rafael Sobis, no dia 11 de outubro, em vitória celeste sobre o Grêmio, por 1 a 0. No momento mais importante da temporada, a decisão da Copa do Brasil, a Raposa jogou sem um centroavante em grande parte da final. Machucado, Raniel deixou o campo nos primeiros minutos. Sobis estava suspenso. Sassá, por sua vez, já tinha disputado a competição pelo Botafogo e não foi inscrito.

Segundo a imprensa italiana, o Cruzeiro, assim como Flamengo, São Paulo e Santos, estaria interessado no atacante Gabigol. Ele não tem tido oportunidades no Benfica. Fez apenas quatro jogos e marcou um gol. Caso o contrato de empréstimo de Gabigol seja mesmo rescindido, o brasileiro dificilmente deve voltar à Inter de Milão, clube detentor de seus direitos econômicos.

Outro nome no mercado que poderia interessar é o de Marcelo Moreno – embora ele fuja um pouco da característica requerida por Mano. Ele, contudo, deve ficar na China. Na Ásia há três temporadas, Moreno manteve a fama de goleador e celebra um excelente ano: foi artilheiro da Segunda Divisão Chinesa, com 23 gols em 29 atuações. O centroavante tem mais um ano de contrato com o Wuhan Zall, mas os dirigentes do clube já procuraram o empresário do jogador com a intenção de estender o vínculo contratual.

O Cruzeiro, contudo, tem um problema maior para resolver antes de pensar em grandes reforços. O clube sofre com uma situação financeira difícil, com dívidas na Fifa e premiações atrasadas, entre outros problemas de caixa.

Superesportes

Comentários...