Geral

Minas Gerais tem 9 casos suspeitos de coronavírus; mulher de 28 anos segue internada em Uberlândia

Enviado por: Redação V9 27/02/2020

Segue internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), a jovem de 28 anos com os sintomas do coronavírus. Ela viajou para a Itália, onde há casos confirmados da doença, retornou em um vôo com escala em São Paulo, que também tem um caso confirmado, e retornou a Uberlândia.

A jovem começou com os sintomas, teve atendimento na UAI Luizote e voltou pra casa. Depois do Carnaval os sintomas pioraram e ela retornou à UAI, de onde foi transferida com “vaga zero” (ou seja, de urgência com iminência de morte em falta de tratamento adequado) para o HC-UFU. O caso está em investigação. O HC da UFU é referência em atendimento a casos de alta complexidade.

De acordo com a assessoria de comunicação do Hospital, a paciente segue sendo monitorada, em estado estável. Nós questionamos sobre o procedimento adotado pela unidade para atender este e outros possíveis casos de coronavírus e se Uberlândia está preparada para fazer os atendimentos. A assessoria informou que divulgará em breve um boletim sobre os cuidados e procedimentos adotados.

Panorama do coronavírus em Minas Gerais

Sobe para nove o número de casos suspeitos do novo coronavírus em Minas Gerais, após a confirmação da doença no Brasil. O dado, no entanto, ainda não foi registrado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que monitora duas mulheres em Belo Horizonte. A maioria dos pacientes, com os sintomas da doença no estado, viajou para a Itália, que passa por um surto do Covid-19.

No Sul de Minas, três pessoas da mesma família estão sendo monitoradas no hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre. São dois homens, de 21 e 48 anos, e uma mulher de 45. Eles voltaram da Itália na terça-feira de Carnaval (25) já com os sintomas e ficarão em isolamento até a confirmação ou não da doença.

Na noite dessa quarta-feira (26), o prefeito de Lavras, José Xerém, publicou um vídeo afirmando que um morador da cidade, que esteve em Hong Kong e na Tailândia, também está em isolamento com os sintomas da doença.

No Norte de Minas, um estudante de medicina teria sido infectado pelo novo coronavírus. Ele retornou há poucos dias da Itália e está no hospital universitário Clemente de Farias em isolamento. Ele passou por exames, que foram enviados para a Fundação Ezequiel Dias.

Imagem exclusiva da Rede Vitoriosa mostra a admissão da paciente no HC-UFU por suspeita de coronavírus

No Triângulo Mineiro, as autoridades de saúde monitoram o caso de uma mulher de 28 anos internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. Ela também esteve na Itália. A jovem segue internada em isolamento em uma unidade do hospital, onde é monitorada e aguarda resultados de exames.

Na Zona da Mata, uma mulher também pode ter contraído a doença. Ela vai passar por exames em Juiz de Fora depois de apresentar sintomas compatíveis com o coronavírus.

Em Belo Horizonte, os dois casos investigados e registrados pela SES também são de mulheres. Uma está internada em um hospital particular e a outra, de 25 anos, no hospital Júlia Kubitschek. As duas estiveram recentemente na Ásia. As amostras laboratoriais foram coletadas e enviadas para análise.

No país

No Rio de Janeiro, as autoridades de saúde investigam cinco casos. Em São Paulo, 11 casos suspeitos de coronavírus são monitorados.

Caso confirmado 

Nessa quarta-feira (26), o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso da doença no Brasil. O paciente tem 61, mora em São Paulo e esteve recentemente na Itália.

O paciente com a doença confirmada está bem e isolado na própria residência; as autoridades monitoram aqueles que tiveram contato com ele no voo, no hospital e em casa.

Com a confirmação, o Brasil é o primeiro país da América Latina com um caso confirmado do novo vírus que já matou 2.708 pessoas no mundo.

Iniciado na China em dezembro, o surto já tem cerca de 80 mil casos pelo mundo e mais de 2,7 mil mortes. Desde o fim da semana, a explosão de casos da Itália tem elevado o alerta global sobre a doença.

No Brasil, 20 casos suspeitos da doença estão sob investigação.

Critérios 

Nessa segunda-feira (24) o Ministério da Saúde ampliou os critérios para definição de caso suspeito para o novo coronavírus. Agora, também estão enquadradas dentro desta definição as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e chegando dos seguintes países: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália e Malásia. A lista já incluia, além da China, Cingapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Camboja, Japão, Tailândia e Vietnã.

A doença continua se espalhando pela Europa. Na Itália, o número de mortes pelo vírus saltou para 11 e o total de casos confirmados subiu para 300. Na Espanha, um hotel nas Ilhas Canárias com 1 mil hóspedes e funcionários foi posto sob quarentena, depois da confirmação de um caso no local, de um turista italiano. Outro caso foi confirmado na região Catalunha. Suíça, Áustria e Croácia confirmaram os primeiros registros da doença.

Monitore online em tempo real os casos de Coronavírus no Mundo

https://infographics.channelnewsasia.com/covid-19/map.html

Comentários...