Geral

Novembro Azul: saiba como prevenir e diagnosticar o câncer de próstata

Enviado por: Augusto Ikeda 14/11/2017

Fonte: CorpFlex

O Novembro Azul é o mês voltado para a prevenção, conscientização e o combate ao câncer de próstata nos homens. A incidência de casos e as chances de cura são equivalentes aos do câncer de mama nas mulheres. A diferença é que não existe muito esclarecimento a respeito da doença.

O médico oncologista Rodolfo Gadia explica que os casos de câncer de próstata são maiores em homens a partir dos 50 anos, que precisam procurar um urologista com frequência e fazer um acompanhamento.

“A orientação é a partir de 50 anos, de uma população geral, mas isso tem de ser conversado com o médico. Vá ao urologista, é o especialista mais indicado pra se discutir, conversar e fazer o exame do P.S.A. (Antígeno Prostático Específico, feito por meio de um exame de sangue) e o toque retal”, disse Rodolfo.

O médico também cita outros fatores de risco da doença. “Pacientes com familiares de primeiro grau que tiveram câncer de próstata na família tem de ficar mais atento, tem que fazer o rastreamento de maneira mais ativa. Pacientes da raça negra também, por que tem algumas alterações genéticas no tumor, que tornam ele mais agressivo”, disse.

Homens que se encaixam nesses fatores de risco também precisam realizar o acompanhamento um pouco mais cedo, a partir dos 40 anos de idade.

Preconceito

O grande problema para a realização do tratamento preventivo do câncer de próstata é o preconceito que muitos homens têm em realizar o exame de toque retal e acreditam que apenas o exame P.S.A. é necessário.

Rodolfo Gadia explica que fazer o total retal e o P.S.A. ainda é o melhor método de realizar a prevenção da doença e aumentar as chances de cura.

“Muitas vezes, o P.S.A. ta normal, mas ele (o homem) tem câncer, mesmo que seja na fase inicial, mas ele tem um tumor na próstata com o P.S.A. normal. O ideal é associar os dois: fazer o P.S.A. e o toque retal. Associando os dois, aumenta muito a acurácia pra diagnosticar”, disse.

Informações no local: Carlos Vilela

Comentários...