Geral

Para estimular animais, Zoológico de Uberlândia oferece até sorvete de carne

Enviado por: Redação V9 08/02/2019

Picolé de melancia e sorvete de carne – sim, de carne. A oferta de gelados feitos com a alimentação típica de cada animal é uma das formas de amenizar o calor no Zoológico Municipal de Uberlândia, mas também possibilita novos estímulos para os bichinhos, como parte do projeto de enriquecimento ambiental desenvolvido pela equipe do local.

A coordenadora do Núcleo de Técnicas de Flora do zoológico, Ana Paula Silva Borges, explica que, a cada 15 dias, são feitos exercícios que exploram características sociais, alimentares, físicas, sensoriais e ocupacionais dos animais. Esconder o alimento para o animal caçar e colocar uma caixa de feno para aguçar a curiosidade são alguns desses exercícios. Introduzir alimentos diferentes dos experimentados no cotidiano é outra estratégia.

“São atividades para estimular os comportamentos naturais de cada espécie. Uma caixa com comida dentro para a onça pintada, por exemplo, vai, inicialmente, gerar um medo do desconhecido. Ela vai aprender a lidar com a desconfiança, o cheiro e características diferentes do que ela convive todos os dias”, diz Ana Paula.

No Zoológico de Uberlândia, administrado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, os jabutis, por exemplo, são estimulados ao movimento, à interação e ao planejamento quando se deparam com uma das surpresas do projeto de enriquecimento ambiental.

“São frutas ‘in natura’ colocadas em uma espécie de varal instalado mais alto. Assim, eles precisam se esticar e chegam até a usar o casco do companheiro para se elevar um pouco e alcançar a comida”, conta a coordenadora.

Prefeitura de Uberlândia

Comentários...