Criador amadorista de passeriformes é multado em mais de R$20 mil no Bairro Tocantins

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
(Imagem: Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação)

Um criador amadorista de passeriforme foi multado na manhã desta quinta-feira, 19, pela Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA). Ele estava com várias aves, mas 17 não constavam na relação da classe que ele podia ter. A ocorrência foi feita no Bairro Tocantins, zona oeste de Uberlândia.

Durante patrulhamento, policiais avistaram uma residência cheia de gaiolas com pássaros na garagem. Os agentes abordaram o proprietário e pediram para fiscalizar as aves no criadouro. O homem afirmou que é criador amador de passeriformes, que é uma classe de aves com várias espécies.

Os policiais constataram que 17 pássaros que estavam no imóvel não estavam na relação de passeriformes e não tinham anilha, que é uma técnica utilizada para controle de criadores de aves exóticas e silvestres. Desses pássaros, 14 eram canário da terra, duas coleirinhas e um azulão.

A PMMA lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência pelo crime do artigo 29 da Lei 9.605/98, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção para quem caçar, apanhar ou utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida. O homem também foi multado em R$ 20.599,38.

LEIA TAMBÉM!