Polícia

Duplo latrocínio: assaltante mata idosa de 73 anos e taxista para ocultar o crime

Enviado por: Carolina Vilela 06/07/2020

Uma idosa de 73 anos foi assassinada em uma ocorrência de latrocínio, que é roubo seguido de morte, na cidade de Nova Ponte na última sexta, 3 de julho. Após roubar pertences da senhora, o criminoso ainda matou um taxista no dia seguinte, 04/07, para encobrir o primeiro crime.

A Polícia Militar (PM) foi acionada às 22h do sábado quando populares viram um veículo pegando fogo em uma estrada vicinal. O carro era um táxi de propriedade de um senhor de 68 anos. A família dele informou que o trabalhador saiu de casa às 18h30 para uma corrida e não retornou.

Ainda durante as diligências, outro chamado de popular indicava o corpo de um homem caído com sinais de violência na MG-190, na estrada de acesso ao município de Indianópolis. Tratava-se do taxista. A Perícia Técnica da Polícia Civil constatou múltiplas lesões perfuro cortantes no dorso e tronco da vítima.

Já no domingo, 5, o suspeito, de 27 anos, confessou o homicídio e contou como tudo aconteceu. Ele contratou uma corrida até uma fazenda perto de Indianópolis. Ele já havia matado a idosa em Nova Ponte ao roubar dinheiro na casa dela. Durante o deslocamento, sacou uma faca e anunciou o assalto, porém o taxista reagiu.

O autor contou ainda ter desferido golpes de faca no taxista e o empurrado para fora do veículo. Ao chegar próximo à cidade, ateou fogo, queimando completamente o automóvel.

O autor trocou o chip do seu aparelho celular na tentativa de esconder a ligação que havia feito ao taxista. Porém tanto o chip quanto roupas sujas de sangue foram apreendidos.

O criminoso não teve o nome revelado pela Polícia.

 

Comentários...