Polícia

Empresário é indiciado por incêndio que matou 3 pessoas em fábrica irregular

Enviado por: Redação V9 31/07/2020

(Imagem: Polícia Civil/Divulgação)

Nessa quinta-feira, 30, um empresário foi indiciado em Nova Serrana-MG por um incêndio que provocou a morte de três pessoas em uma fábrica de calçados. De acordo com Polícia Civil (PC), o estabelecimento funcionava de forma irregular.

O incêndio aconteceu no dia 16 de junho e policiais apuraram que o local não tinha alvará de funcionamento, o que é exigido pela Prefeitura Municipal e Corpo de Bombeiros, além de não ter espaço suficiente para produção de calçados. As chamas causaram o óbito de dois funcionários, que ainda não tinham carteira assinada, e uma amiga das duas vítimas.

De acordo com a Delegada responsável pelo inquérito policial, Karine Tassara Fernandes, o incêndio foi causado por “aproximação de elemento em combustão deixado em material combustível presente na região do foco inicial”. Ela afirmou que o empresário também é investigado por falsificação de calçados.

O homem vai responder por homicídio culposo, que é quando não há intenção de matar. A pena para esse tipo de crime varia entre dois a quatro anos de detenção para cada uma das mortes.

 

Comentários...