Polícia

Filha de idoso de 72 anos é presa no velório suspeita do assassinato do pai, em Uberlândia

Enviado por: Carolina Vilela 04/09/2019

Uma mulher de 38 anos, foi presa na noite desta terça-feira, 03, durante o velório do pai, Lourival Camilo de Souza, morto por assassinato na noite anterior, em Uberlândia. Lourival Souza tinha ido dormir em um quarto de alojamento na própria empresa, no Bairro Distrito Industrial, devido a ocorrências de incêndio criminoso registradas anteriormente, mas acabou surpreendido por criminosos e morto a tiros.

Além dela outras quatro pessoas foram presas, sendo um deles, um adolescente de 17 anos. O corpo do idoso, de 72 anos, foi encontrado na manhã de ontem por um caminhoneiro que chegava para guardar o caminhão na empresa.

Durante o velório, realizado durante a noite, a filha dele acabou presa como suspeita de ser a mandante do assassinato. A arma usada no homicídio e parte do dinheiro que teria sido pago aos assassinos foram apreendidos. A mulher nega participação e aponta uma ex-cunhada como a responsável pelo crime.

“Eu não sei porque estão fazendo isso comigo. Eu zelava do meu pai. Todo mundo vai confirmar isso. Eu nunca tive desafeto com meu pai, pelo contrário”, disse.

De acordo com a sargento Luciene, a Polícia Militar (PM) recebeu denúncia anônima dizendo que um dos suspeitos estava em um motel. No local o homem negou autoria, mas confessou envolvimento e apontou outros envolvidos. Com todos detidos, eles acusaram a filha do empresário de ter encomendado a morte por R$ 10 mil. Com eles foram apreendidos R$ 7.760 em dinheiro, celulares, uma pistola calibre 765, a mesma usada para matar Lourival, e munição.

Comentários...