Polícia

Gaeco investiga quadrilha com esquema de entrega de drogas e celulares em presídios

Enviado por: Redação V9 09/07/2020

O nome da operação faz referencia a um curso de água rápido, abundante e impetuoso, geralmente produzido por chuvas. Em virtude da intensidade, causa danos e estragos. É também conhecido por Torrente um grupo de indivíduos que toma conta de algo impetuosa e intensamente. (Imagem: Polícia Militar/Divulgação)

Na manhã desta quinta-feira, 9, o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e Polícia Militar de Uberaba, com apoio da 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Frutal, deflagraram a Operação Torrentes II.

A primeira fase da operação foi desencadeada em novembro de 2019 em Frutal e Iturama. As ações foram feitas para investigar uma quadrilha local suspeita de tráfico de drogas e esquemas de entrega de entorpecentes e celulares em presídios. Nessa nova fase, dois homens foram presos, um suspeito de receptação e o outro por posse/uso de drogas. Foram apreendidos dois celulares produtos de crime e vários outros que seriam enviados para um presídio em Frutal.

Material apreendido (Imagem: Polícia Militar/Divulgação)

O caso continuará sendo investigado. Os suspeitos foram encaminhados para o Sistema Prisional, onde vão permanecer à disposição da Justiça.

Comentários...