Polícia

Homem com seringas de tratamento dentário é confundido com “maníaco da seringa”

Enviado por: Carolina Vilela 05/11/2018

Um homem passou por grande constrangimento no Terminal Central de ônibus em Uberlândia. Ele foi confundido com o “maníaco da seringa”, que está furando passageiros de ônibus com uma agulha e gerando pânico, principalmente nas vítimas, que temem ser contaminadas com alguma doença infecto-contagiosa.

Além do constrangimento, o homem também recebeu ameaças pela internet. O caso não passou de um engano. A seringa que ele carregava fazia parte de um kit de materiais de clareamento dentário. O fato aconteceu na semana passada e agora ele fez um desabafo com a equipe da TV Vitoriosa.

Em um boletim de ocorrência o registro mostra que o homem carregava no bolso duas seringas de tratamento dentário embrulhadas em uma sacola plástica. “Assim que eu entrei no ônibus estava incomodando, porque eu estava com o celular e a carteira, aí eu tirei e botei no colo, assim que cheguei no Terminal Central uma menina viu e ela solicitou ao motorista, que trancou as portas e não desceu ninguém. Chamou a segurança, foi descendo um a um, eu estava no meio, quando eu vi chegou a polícia. Mandaram eu encostar, encostei me revistaram me levaram para a DP.”

No mesmo dia a polícia chegou à conclusão de que a acusação era falsa. O rapaz foi liberado. Mas os problemas não acabaram por aí. A notícia se espalhou rapidamente pelas redes sociais e o homem começou a ser ameaçado com comentários agressivos. Um deles dizia: “tinha que dar uma dentro de cada olho dele”.

Ele tomou conhecimento da repercussão do caso assim que chegou em casa, após um dia de trabalho.

Outro boletim de ocorrência foi registrado e outra vez ficou comprovado que tudo não passou de “fake news” e a notícia também chegou nas redes sociais. Desta vez, comentários de apoio foram publicados. Um deles dizia que “o vídeo é verdadeiro, mas a notícia é falsa” e que “eram apenas produtos dentários”. Em outro comentário o internauta diz o quanto é importante a notícia ser checada antes de compartilhada.

Tudo isso é reflexo de casos anteriores em que um homem estaria aplicando nas vítimas algum produto com uso de seringas. Uma mulher, que foi uma das vítimas, contou que descia do ônibus, quando foi atacada no braço. Logo depois procurou atendimento médico para saber como proceder e realizou uma bateria de exames e até medicação.

A polícia segue em busca de informações que possam ajudar a identificar o verdadeiro suspeito.

Em nota, a Comtec, administradora dos terminais de ônibus, informa que, “na última sexta-feira (26), um passageiro foi abordado dentro do ônibus sob suspeita de portar uma seringa. A segurança e a polícia foram acionadas imediatamente. Após averiguação, nada foi encontrado e o passageiro foi liberado. A empresa esclarece que reforçou junto às equipes que trabalham nos terminais, para redobrarem a atenção em relação a qualquer situação que saia da normalidade e, se necessário, tomar as providências cabíveis.”

No local: Amanda Carvalho

Comentários...