Polícia

Homem é brutalmente assassinado a golpes de capacete, pauladas e pedradas

Enviado por: Carolina Vilela 03/12/2019

Um crime brutal foi registrado em Tupaciguara. Um homem morreu após ser covardemente espancado por várias pessoas com golpes de capacete, pauladas e pedradas. Gleider Rodovalho da Silva, irmã da vítima Olacir Rodovalho da Silva, de 50 anos, conta que pessoas testemunharam o crime e, inclusive, uma mulher tentou argumentar para que parassem as agressões, mas um menor disse que a ordem era para matar. Pelo menos 8 pessoas espancaram a vítima causando exposição de massa encefálica.

Acreditando que o homem estava morto, os criminosos fugiram e não foram contidos por nenhuma das testemunhas, que temiam pela própria segurança. Olacir chegou a ser socorrido pelo Corpao de Bombeiros com sinais vitais e ficou internado de quarta-feira, 27, dia do crime, até domingo, 1º de dezembro. Ele não resistiu.

Ainda de acordo com a família, Olacir tinha acabado de sair do trabalho por volta de 16h e ia pra casa na própria motocicleta, quando foi abordado por um jovem que queria falar com ele em uma rua perto da casa da família. Ele desceu do veículo e caminhou 100 metros. Nesse momento, vários outros jovens teriam se aproximado e iniciado as agressões.

A família diz que Olacir não tinha desentendimento com ninguém. Procuramos a Delegacia de Polícia Civil, mas o delegado responsável pelo caso estava em viagem. Os parentes pedem por justiça, porque, apesar de testemunhas saberem quem são os assassinos, ninguém quis falar, por medo de represálias.

Vejam a reportagem de Fernando Souza

Comentários...