Polícia

Homem é encontrado morto às margens da BR-365 com suspeita de espancamento

Enviado por: Redação V9 06/04/2018

Fonte: André Silva

Um homem foi encontrado morto nas proximidades de um posto de combustíveis às margens da BR-365, na manhã desta sexta-feira, 6. Este é o homicídio de número 17 registrado em Uberlândia em 2018. Cláudio Vieira Rosa, de 43 anos, morava e trabalhava há mais de 5 anos no local. Segundo os amigos, Cláudio não tinha rixa com ninguém para ser assassinado de maneira tão violenta.

De acordo com as primeiras informações, o homem trabalhava como borracheiro e ele era conhecido no local apenas como Dinho. A suspeita é de que a vítima foi espancada por um casal, mas as causas exatas da morte ainda estão sendo apuradas pela perícia da Polícia Civil.

Moradores da comunidade passaram informações sobre um casal que esteve na borracharia na noite anterior. Numa varredura feita nas redondezas os policiais encontraram à beira da rodovia um homem e uma mulher com as características semelhantes. Eles foram presos, suspeitos do crime.

Eles conversaram com a nossa equipe e negaram a autoria. Wilton Ribeiro dos Santos, 34 anos, afirmava a todo tempo que sequer conhecia a vítima. Dayane dos Santos de Santana, 28, esposa de Wilton, disse que eles só estavam de passagem e não sabe por que ela e o marido estão sendo presos.

No local a concentração de gente, não só curiosos, mas pessoas que consideravam o trabalhador como uma pessoa querida na comunidade rural, que fica a 20 quilômetros da cidade, à margem da BR-365.

Os moradores e empresários do local sentiram a falta da borracharia aberta na manhã, como era de costume. Quando foram averiguar encontraram o borracheiro caído, numa poça de sangue.

De acordo com a polícia, o borracheiro foi espancado até a morte.  de terem assassinado o borracheiro.

 

Informações: André Silva e Carlos Vilela

Comentários...