Polícia

Homem é preso após matar amigo por ter o confundido com javali durante caça

Enviado por: Redação V9 03/08/2020

(Imagem: Polícia Militar/Divulgação)

Um homem, de 45 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso nesse domingo, 2, após matar um amigo, identificado como Paulo César da Silva, de 43 anos. A dupla estava praticando caça de javalis na zona rural de Itanhandu, no Sul de Minas, quando o suspeito afirmou ter confundido o colega com um animal.

O suspeito afirmou que era amigo de longa data da vítima. Eles estavam em uma fazenda tentando caçar javalis quando o acidente aconteceu. O homem relatou que atirou uma vez quando achou que tinha visto o animal, nesse momento percebeu uma movimentação e achou que o javali estava tentando fugir, por isso disparou outro tiro. Segundos depois, se aproximou e percebeu que tinha atingido o colega, que também estava armado.

O socorro e a Polícia Militar (PM) foram acionados pelo suspeito, mas ao chegarem no local, a vítima já tinha vindo a óbito. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de São Lourenço e depois foi liberado aos familiares.

As duas espingardas que estavam sendo utilizadas na caça foram apreendidas, assim como 10 cartuchos. Segundo militares, o suspeito e a vítima tinham documento de posse de arma, mas não tinham autorização para o porte do equipamento. De acordo com a Polícia Ambiental, a caça de javalis é autorizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) desde 2013.

O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para Delegacia de Polícia Civil (PC). O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, mas continuará sendo apurado.

Comentários...