Polícia

Identificado corpo de mulher achado nu, com cabo no pescoço e em decomposição, em Uberaba

Enviado por: Carolina Vilela 12/08/2019

Foi identificado neste fim de semana o corpo da mulher encontrado em estado avançado de decomposição na última quarta-feira, 7, em uma casa, no Bairro São Benedito, em Uberaba. Uma irmã da vítima foi quem compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) e reconheceu Helen Daiany Santos, de 24 anos, natural de Brasília e que estava trabalhando em Uberaba.

A Polícia Civil investiga a morte como crime de homicídio, uma vez que o corpo estava nu, com um cabo enrolado no pescoço e com as mãos amarradas. O principal suspeito é um homem de 31 anos, que não teve a identidade revelada. Segundo a PC, ele era morador da casa e já foi condenado por estupro. Ele tem um mandado de prisão em aberto e está foragido.

O corpo foi encontrado após vizinhos sentirem um forte odor no imóvel, localizado na Avenida Alberto Martins Fontoura. A perícia identificou possíveis sinais de estupro e homicídio e que a morte tenha ocorrido em torno de cinco dias antes do encontro do cadáver.

A PM localizou na residência o contrato de locação do imóvel no nome do suspeito. Não se sabe a relação dele com a vítima. Porém ele também é apontado como suspeito do desaparecimento de outra mulher, ex-namorada dele, identificada inicialmente apenas como Geisiane, jovem esta que segundo parentes está grávida.

Após denúncias da família da mulher, o Corpo de Bombeiros foi acionado para realizar buscas pelo corpo de Geisiane no terreno. Foi escavado no local com a ajuda de um cão farejador, mas nada foi encontrado.

 

Corpo de mulher é encontrado em estado avançado de decomposição em Uberaba; vítima estava nua e amarrada

Corpo de mulher achado em decomposição na casa de suspeito não é da ex dele, que segue desaparecida

Comentários...