Polícia

Manifestação de camelôs termina em confusão e tiros de balas de borracha no Centro de Uberlândia

Enviado por: Darah Gomes 05/08/2020

(Imagem: Edi Silva/V9 Vitoriosa)

No início da tarde desta quarta-feira, 5, uma grande confusão foi registrada na Avenida Afonso Pena, entre as Praças Clarimundo Carneiro e Jacy de Assis, na região central de Uberlândia. Testemunhas afirmaram que o tumulto começou após ambulantes se manifestaram contra a fiscalização do trabalho deles. Houve conflito com a Polícia Militar (PM).

(Imagem: Reprodução)

Testemunhas afirmaram que tudo começou quando fiscais de postura da Prefeitura de Uberlândia multaram alguns camelôs, que também tiveram os materiais de venda apreendidos. Os comerciantes de rua tentaram fechar a Praça Tubal Vilela em protesto ao atos e a PM precisou interferir. Uma grande confusão foi registrada e pessoas que estavam no local afirmaram que bombas de efeito moral e tiros de balas de borracha foram usadas para conter os manifestantes.

Uma das ambulantes, que preferiu não se manifestar, informou a Rádio Vitoriosa que vendia meias e teve todo material apreendido e foi multada em R$450. Ela contou que precisava vender os produtos para sustentar a família. Em meio a gritos de guerras, ela e outros camelôs reclamaram ainda de como esse tipo de fiscalização não costumava ocorrer em ano de eleições para prefeitura.

O trânsito no local precisou ser interditado por alguns minutos.

V9 entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Uberlândia e aguarda posicionamento. Por telefone, o Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), informou que a PM está no local apenas para dar apoio aos fiscais. Eles ainda disseram que parte da avenida foi fechada para segurança dos manifestantes, mas não confirmaram se houve uso de balas de borracha e bombas de efeito moral.

Comentários...