Polícia

MISTÉRIO: Corpo de criança desaparecida é encontrado queimado, mutilado e sendo comido por cães

Enviado por: Redação V9 17/11/2019

O corpo de uma criança, de 8 anos, foi encontrado carbonizado e mutilado na zona rural de Indaiabira-MG nesta sexta-feira, 15, após ser considerado desaparecido. No local, cachorros de uma fazenda estavam se alimentando do garoto. Ainda não há informações sobre o autor do crime, mas a polícia está investigando três suspeitos.

A vítima foi visto pela última vez na quinta-feira, 14. Ele desceu do ônibus escolar junto com uma colega, acompanhou ela até em casa e depois foi para o imóvel onde morava com o irmão de criação, mas não foi mais visto. O parente relatou que achou estranho quando chegou do trabalho e o garoto não estava lá. Com ajuda de vizinhos, eles começaram buscas na região para encontra-lo até às 22h, começando de novo às 5h na sexta-feira com apoio da Polícia Militar (PM). O menino foi encontrado após populares perceberem pegadas pequenas perto de uma cerca indo em direção a uma mata. Eles seguiram os passos e encontraram o corpo carbonizado, mutilado e sendo comido por cachorros.

A mãe do garoto informou que, a pedido dela, ele se mudou há três meses para residência do irmão por conta de um vizinho da família. O homem teria feito ameaças ao menino, alegando que ele quebrou o vidro do jipe de um morador da região. Até o momento, o suspeito não foi localizado.

Segundo militares, há suspeitas de que o companheiro da mãe do garoto tenha abusado do menino e das irmãs dele. Ele foi procurado, mas também não foi encontrado. A mulher informou que ele está em Pedra Azul-ES.

O irmão de criação da vítima também está sendo investigado. De acordo com a apuração da polícia, o homem comprou um litro de gasolina às 10h no dia do crime, além dele não ter ido trabalhar, como informou inicialmente aos militares. Ao descobrir as novas informações, policiais foram até a residência do suspeito, mas não o localizaram mais.

A perícia da Polícia Civil (PC) esteve no local e vai investigar o caso.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Montes Claros.

Comentários...