Polícia

Mulher morta pelo ex-namorado em Paracatu será enterrada em Uberlândia

Enviado por: Carolina Vilela 22/05/2019

A principal vítima do ataque de um homem que deixou quatro mortos em Paracatu, no noroeste de Minas Gerais, é da cidade de Uberlândia. A master coach Heloísa Vieira Andrade, de 59 anos, foi morta com um golpe de canivete no pescoço, na noite desta terça-feira, 21, na casa do ex-namorado, Rudson Aragão Guimarães, de 39 anos. O crime aconteceu durante uma reunião de oração, na frente da mãe e da irmã de Rudson.

Logo após golpear a ex, por não aceitar o fim do relacionamento, Rudson foi até a Igreja Batista Shalom, no Bairro Bela Vista 1, e matou outras três pessoas. A intenção dele era matar o pastor da igreja, Evandro Rama, mas ele fugiu pulando o muro dos fundos para uma casa vizinha e apenas quebrou o tornozelo. No entanto, o pai do pastor, Antonio Rama, de 67 anos, foi morto com um tiro no rosto. Assim como outras duas mulheres, Rosangela Albernaz, de 50 anos, e Marilene Martins de Melo Neves, de 52 anos.

Um policial militar atirou em Rudson para evitar um massacre, pois havia aproximadamente 20 pessoas dentro do templo e o autor estava muito exaltado. O tiro de fuzil calibre .556 atingiu a clavícula de Rudson. Após cirurgia e duas paradas cardíacas, ele está internado sob escolta policial, sem risco de morrer.

O corpo de Heloisa Andrade foi trasladado para Uberlândia e será velado na Paz Universal, no Bairro Brasil, a partir de 11h. Ainda não há informações sobre local e horário do sepultamento.

Homem mata a ex, invade igreja evangélica em Paracatu e mata mais três pessoas

Comentários...