Polícia

Operação Caecus – Gaeco cumpre mandados de prisão em Uberaba, Uberlândia e Campo Florido

Enviado por: Redação V9 25/09/2020

O nome da operação vem de uma palavra latina que faz analogia ao item 18 da Cartilha de Condução da quadrilha. (Imagem: Divulgação)

Na manhã desta sexta-feira, 25, o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Uberaba deflagrou a Operação Caecus. Foram cumpridos mandados de prisão em Campo Florido, Uberaba e Uberlândia.

A operação foi deflagrada a partir de uma investigação que acompanhou ações de uma quadrilha criminosa que realizava Tribunais do Crime em Uberaba. Esse crime consiste em bandidos de associações criminosas fazendo julgamentos a outros participantes do grupo que descumprirem as regras da quadrilha. De acordo com a apuração policial, os bandidos planejavam atentados contra agentes de segurança pública e autoridades de Uberlândia e Uberaba envolvidas no grupo. Eles podiam ser punidos com agressão, tortura, sequestro e cárcere privado.

No total, foram cumpridos sete mandados de prisão, sendo seis em Uberaba e um em Campo Florido. Também foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, sendo um em Uberlândia, oito em Uberaba e dois em Campo Florido.

(Imagem: Polícia Militar/Divulgação)

A operação contou com a participação de Promotores de Justiça, Polícias Militar, Civil e Penal, agentes do Gaeco e servidores do Ministério Público.

Nome da Operação

Segundo o Gaeco, o nome da operação faz alusão a palavra caecus de origem latina, que significa cego. É uma analogia ao item 18 da Cartilha de Condução feita pela organização criminosa chamada Falta de Visão, que é quando algum integrante não tem dimensão das consequências das próprias atitudes para quadrilha, a si mesmo ou terceiros.

Comentários...