Polícia

PC indicia filha suspeita de matar idoso de 72 por herança, em Uberlândia

Enviado por: Carolina Vilela 14/09/2019

Corpo estava dentro de um alojamento de empresa, onde costumava ficar – Foto: Paulo Henrique Soares / TV Vitoriosa

Foi concluído nesta sexta-feira, 13, o inquérito sobre a morte de Lourival Camilo de Souza, de 72 anos, dentro da empresa dele, no Bairro Distrito Industrial, em Uberlândia. O idoso foi morto a tiros na noite de 2 de setembro e o corpo foi encontrado na manhã seguinte por um caminhoneiro que chegou para guardar o veículo na empresa da vítima.

A Polícia Civil por meio da Delegacia de Homicídios, concluiu que a filha da vítima, Maíza de Souza e Souza, de 38 anos, encomendou o crime pelo valor de R$ 10 mil para ficar com a herança do pai. Logo após o crime vir à tona, a Polícia apurou que a mulher tinha envolvimento ao prender três homens e um adolescente, suspeitos da execução de Lourival Camilo. Os presos disseram ter sido contratados pela filha dele e ainda estavam com parte do dinheiro R$ 7 mil.

Maíza foi detida durante o velório do pai, ainda no dia 3 de setembro, e indiciada por homicídio qualificado como mercenário. O indiciamento dos quatro detidos não foi informado a princípio, mas os adultos estão presos no Jacy de Assis e o menor no Centro Socioeducativo de Uberlândia.

Comentários...