Polícia

PM conduz maiores e menores de idade que não efetuaram pagamento do transporte público em Uberlândia

Enviado por: Augusto Ikeda 10/10/2018

Foto: Everton Fernandes

A Polícia Militar (PM) realizou, na tarde da última terça-feira, 9, uma operação para conduzir maiores e menores de idade que não efetuaram o pagamento da passagem do transporte público de Uberlândia. A ação ocorreu na Avenida Afonso Pena, próximo a Praça Tubal Vilela.

O Capitão Flávio, da PM, informou que a operação contou com o apoio das empresas que prestam o serviço de transporte público de Uberlândia, após receberem inúmeras denúncias de evasão do pagamento da tarifa.

“A Polícia Militar foi acionada, há alguns dias, pra intervir nesse fenômeno que ocorre no Centro. Principalmente na Praça Tubal Vilela, onde na saída do colégio Bueno Brandão, muitos adolescentes e crianças adentram aos ônibus coletivos sem pagar, pela porta de trás, perturbando os pagantes e em alguns casos, ameaçando motorista e cobrador”, disse.

Ainda segundo o Capitão Flávio, a inteligência da PM checou câmeras de seguranças dentro de cada ônibus para garantir que nenhuma injustiça fosse feita com as pessoas que foram abordadas. E que no caso dos menores de idade, os pais foram devidamente notificados pela polícia.

“As crianças e adolescentes são qualificados e os pais são acionados, por que nesse caso, por se tratar de uma infração de relativo potencial ofensivo, será lavrado um termo circunstanciado na delegacia e os pais serão advertidos com relação à prática inadequada deles”, explicou.

Já para o caso dos maiores de idade que não estavam efetuando o pagamento, eles foram encaminhados até a delegacia de plantão para prestar esclarecimentos.

De acordo com um representante das empresas de ônibus, que pediu para não ser identificado, disse que o prejuízo pela falta de pagamento chega a quase 500 por dia para cada companhia que presta o serviço em Uberlândia.

Confira abaixo, na íntegra, uma nota enviada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Triângulo Mineiro.

“Em nota o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Triângulo Mineiro e empresas de transporte urbano de Uberlândia disseram que estão acompanhando e auxiliando a Polícia Militar na ação para coibir os atos de evasão. A ação, que foi realizada em decorrência das inúmeras denúncias recebidas, visa reduzir os prejuízos gerados por esses atos a todos os clientes do transporte público municipal.”

Informações: Everton Fernandes

Comentários...