Polícia

Policial militar é assassinado por bandidos em Santa Margarida e comove toda a corporação mineira

Enviado por: Carolina Vilela 11/07/2017

Foi enterrado na manhã desta terça-feira, 11, em Manhuaçu, na Zona da Mata mineira, o cabo Marcos Marques da Silva, de 36 anos, assassinado com um tiro de fuzil na cabeça por criminosos que assaltaram bancos na cidade de Santa Margarida-MG, naquela mesma região. O caso comoveu toda a corporação da PM de Minas Gerais, que realizou atos de homenagem nesta manhã.

O caixão do militar foi levado para o cemitério no caminhão do Corpo de Bombeiros, sob aplausos da população e de diversos policiais militares e civis. O cabo Marcos Marques estava há 9 anos na Polícia Militar (PM), era casado, sem filhos.

O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira, 10, por volta das 9h. Uma quadrilha composta por aproximadamente oito homens fortemente armados, em uma caminhonete, invadiu a pequena cidade, de pouco mais de 16 mil moradores. Os criminosos já chegaram na porta de uma agência do Banco do Brasil atirando. Um dos vigias que faziam a segurança no local foi atingido e morreu.

Militares foram acionados e recebidos a tiros. O cabo Marques levou um tiro na cabeça e também não resistiu. Ele era lotado no 12º RPM de Ipatinga, no Vale do Aço.

Dois moradores da cidade também foram baleados e resistiram. Uma mulher foi atingida no braço e um homem na barriga. O estado de saúde dessas vítimas não foi divulgado.

Policiais de todas as cidades daquela região continuam  na caçada aos bandidos. Três criminosos “encurralados” pela polícia em uma pedreira da Santa Margarida foram presos ainda na tarde de segunda-feira, 10.

De acordo com o chefe da assessoria de Polícia Militar, Major Flávio Santiago, após as mortes, a polícia fez um cerco na zona rural da cidade e conseguiu localizar quatro suspeitos, três foram presos e outro fugiu. A polícia também localizou um Fiat Toro, que tinha sido roubado pelos criminosos

Comentários...