Polícia

Torturada durante uma noite inteira, mulher perde uma perna e dedos do outro pé

Enviado por: Carolina Vilela 08/06/2018

Uma mulher de 49 anos, moradora de Uberlândia, precisou amputar a perna direita e dedos do pé esquerdo após ser vítima de tortura durante uma noite inteira, dentro de casa. Segundo a vítima, o agressor é o marido dela. O crime aconteceu no dia 18 de maio e ela teve alta médica nesta quinta-feira, 7 de junho.

Nossa equipe foi conversar com a mulher, que ainda está acamada e cheia de hematomas e lesões pelo corpo. Pelas mãos dá pra ver que trata-se de uma trabalhadora. Ela é cozinheira de mão cheia. O rosto também registra as marcas da grande violência sofrida, mas nós não vamos mostrar para não identificá-la.

A sessão de espancamento durou toda uma noite. Ela conta que levou socos e pontapés por todo o corpo. O homem ainda a manteve dentro de casa com todas as lesões, sem direito a um atendimento médico. E esta negligência resultou na amputação da perna direita e na perda de dedos do pé esquerdo.

O acusado é Hamilton Donizete Martins. Nossa equipe teve acesso a uma foto em que ele aparece ao lado da vítima na maca do pronto-socorro, quando, dias depois das agressões, não foi mais possível impedir o atendimento na saúde. Segundo familiares da vítima, ele a acompanhou ao médico para impedir que fosse denunciado.

Martins chegou a ser preso, mas foi liberado depois da audiência de custódia. A decisão revoltou ainda mais a família.

A cozinheira já perdeu as contas de quantas vezes apanhou do marido nos últimos 15 anos. De uma coisa ela tem certeza. A vida dela não será a mesma daqui pela frente. Ela sabe que terá que contar sempre com a ajuda dos familiares. E clama por justiça “Eu quero que ele pague pelo que fez.”

Confira todo o relato da vítima na reportagem de Carlos Vilela

 

Comentários...