Polícia

Velório, enterro e investigações trazem novidades à tragédia que matou família na BR-050

Enviado por: Carolina Vilela 11/10/2018

Muita emoção no adeus final à família Monare. Mais de 300 pessoas acompanharam o velório e enterro da família de Campinas-SP que morreu em um trágico acidente na BR-050, entre Araguari e Uberlândia, no último domingo, 7 de outubro.

Alessandro Monare, de 38 anos, Belkis da Silva Miguel Monare, de 35 anos, e Samuel da Silva Miguel Monare, de 8 anos, foram velados com os caixões fechados. Benjamin da Silva Miguel Monare, de apenas 6 anos, foi o único sobrevivente.

Imagem: Maria Caixeta / TV Vitoriosa

A família desapareceu ao retornar de uma viagem a Rio Quente-GO, onde comemoravam o aniversário de Belkis, para casa. Segundo a Polícia Rodoviária, o carro tinha sido visto pela última vez no km 114 da MG-223. Ele não passou pelo pedágio da BR-050, o que indicava o desaparecimento neste trajeto entre as duas rodovias.

Sem notícias, amigos e familiares começaram as buscas por conta própria ainda no domingo.

Às 5h50 da manhã, Valdécio Francisco Vale, motorista que passava pelo local, viu o menino Benjamim deitado à margem da rodovia. A criança estava molhada e suja, e reclamava de muito frio. Ele contou que escalou uma montanha durante a noite inteira para chegar na rodovia. Ele havia passado 40 horas ao lado dos corpos dos pais e irmão mais velho, antes de conseguir sair do veículo.

O menino disse que começou a chover forte e ele chorava e gritava o pai e a mãe, mas eles não respondiam.

Benjamin foi socorrido até o Pronto-Socorro da Universidade Federal de Uberlândia e ficou em observação, pois estava hipotérmico. Apesar do trauma ele passa bem e teve apenas algumas escoriações. A criança recebeu alta médica ontem, 10, e está sob os cuidados dos avós maternos. O avô conversou com a reportagem do SBT.

“Nós, como cristãos, temos o princípio bíblico que quando Deus está na situação, tudo torna-se muito mais fácil. Porque Ele é o dono da vida, conhece todas as coisas, nada está fora do controle dele. Então, a nossa oração é que ele vai ser conduzido no mesmo caminho ao qual nós ensinamos a nossa filha.

Alessandro Monare era pastor da Igreja Batista Vista Alegre, em Campinas.

Investigações apontam outro carro envolvido no acidente

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil (PC). A informação é que havia outro carro envolvido no acidente. Testemunhas viram o acidente e relataram o fato à concessionária responsável pela rodovia, mas como o carro das vítimas caiu em uma vala, não foi visto.

O veículo foi periciado.

Menino de 6 anos é único sobrevivente de acidente com pais e irmão e é achado dois dias depois na BR-050

Comentários...