Brasil: mulher é presa após tentar raptar bebê de maternidade

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Suspeita foi abordada pelos vigilantes quando tentava sair com a criança sem a documentação

Uma mulher foi presa após se passar por enfermeira e tentar raptar um bebê de dentro da maternidade do Hospital do Trabalhador, em Curitiba. O caso aconteceu no início da noite da última 2ª feira (12.jul).  

Talita Meireles, de 23 anos, havia furtado um avental no vestiário da enfermagem, foi até o quarto onde havia um recém-nascido e disse à mãe do bebê que iria levá-lo para realizar alguns exames.

Ela pegou a criança, jogou fora o avental e tentou deixar do hospital com ela no colo. Ao tentar sair pela portaria, foi abordada pela vigilante, que questionou para onde estava indo com o bebê.  A mulher disse que o recém-nascido tinha sofrido um afogamento mas já havia sido atendido e liberado.

Como não portava crachá e nenhum documento da criança, a vigilante suspeitou e começou a acompanhá-la, conforme mostram imagens do circuito interno. Ela foi levada até a pediatria e ao pronto-socorro, mas não havia registro do atendimento. A suspeita disse para a vigilante que precisava sair para o estacionamento, onde o marido a aguardava. A mulher foi conduzida juntamente com o bebê para a sala da assistente social e não poderia sair de lá sem a documentação. Momentos depois, uma enfermeira da pediatria informou aos seguranças que uma criança havia sido raptada.

Talita foi presa em flagrante e encaminhada para a delegacia. O bebê foi devolvido à mãe. 

Em depoimento, Talita disse que havia engravidado em janeiro e perdido o bebê em junho deste ano, e não teria dito a ninguém. Ela decidiu entrar no hospital para olhar as crianças e “deu alguma coisa na cabeça, ia dizer que nasceu, alguma coisa assim — fiquei muito desesperada — não sei o que passou pela minha cabeça.”  Segundo ela, não queria fazer nenhuma maldade, mas questionada pelo delegado, não se importou com a mãe do recém-nascido. O marido de Talita foi ouvido e confirmou que não sabia que a esposa tinha sofrido um abordo.

Veja as imagens do circuito interno da maternidade e o depoimento:

LEIA TAMBÉM!