Câmara dos Deputados rejeita PEC do Voto Impresso; saiba como votaram os Deputados mineiros

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, por 229 votos favoráveis, 218 contrários e uma abstenção, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/19, que torna obrigatório o voto impresso. Para que fosse aprovada, a PEC precisava de, no mínimo, 308 votos em dois turnos de votação. A matéria será arquivada.

Discussão

Todos os partidos de oposição votaram contra a proposta. Segundo o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), líder da oposição, os parlamentares contrários à proposta evitaram se manifestar durante a votação para acelerar o tempo de análise da proposta. “Foi correto que rechaçássemos essa proposta porque seria um grave retrocesso no país. Não houve um caso de fraude comprovada nos 25 anos de uso da urna eletrônica no país”, disse.  

A bancada mineira na Câmara dos Deputados ficou divida na votação.

Entre os deputados mineiros, 26 votaram sim, e outros 18 foram contrários à Proposta de Emenda à Constituição. Outros oito parlamentares se ausentaram da sessão, e o deputado Aécio Neves foi o único a se abster da votação.

DEPUTADOS QUE VOTARAM SIM DEPUTADOS QUE VOTARAM NÃO ABSTENÇÃODEPUTADOS AUSENTES
Alê Silva (PSL)
Cabo Junio Amaral (PSL)
Charlles Evangelista (PSL)
Delegado Marcelo Freitas (PSL)
Diego Andrade (PSD)
Dimas Fabiano (PP)
Domingos Sávio (PSDB)
Doutor Frederico (Patriota)
Emidinho Madeira (PSB)
Eros Biondini (Pros)
Euclydes Pettersen (PSC)
Franco Cartafina (PP)
Fred Costa (Patriota)
Gilberto Abramo(Republicanos)
Grayce Elias (Avante)
Ercílio Diniz (MDB)
Júlio Delgado (PSB)
Lafayette Andrada(Republicanos)
Léo Mota (PSL)
Lincoln Portela (PL)
Lucas Gonzalez (Novo)
Misael Varella (PSD)
Stefano Aguiar (PSD)
Subtenente Gonzaga (PDT)
Weliton Prado (Pros)
Zé Vitor (PL)
Aelton Freitas (PL)
André Janones (Avante)
Áurea Carolina (Psol)
Eduardo Barbosa (PSDB)
Leonardo Monteiro (PT)
Luis Tibé (Avante)
Marcelo Aro (PP)
Mario Heringer (PDT)
Newton Cardoso Jr (MDB)
Odair Cunha (PT)
Padre João (PT)
Patrus Ananias (PT)
Paulo Guedes (PT)
Reginaldo Lopes (PT)
Rodrigo de Castro (PSDB)
Rogério Correia (PT)
Tiago Mitraud (Novo)
Vilson da Fetaemg (PSB)
Aécio Neves(PSDB)Bilac Pinto (DEM)
Fábio Ramalho (MDB)
Igor Timo (Podemos)
Marcelo Alvaro Antonio (PSL)
Mauro Lopes (MDB)
Paulo Abi Ackel (PSDB)
Pinheirinho (PP)
Zé Silva (Solidariedade)

LEIA TAMBÉM!