Greve: caminhoneiros bloqueiam rodovias em 14 estados e causam falta de gasolina

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Segundo PRF, 67 ocorrências de concentração e tentativas de bloqueio já foram desfeitas

Subiu de quatro para quatorze o número de estados que apresentam pontos de concentração com abordagem a caminhões, em rodovias federais, segundo comunicado emitido pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra) no início da noitedesta quarta (8.set).

O levantamento da pasta é baseado em informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina (Sindipetro-SC), os bloqueios realizados pelos caminhoneiros já provocam falta de gasolina nas bombas de cerca de 30 postos no norte do estado, e outros da região só aguentam até o fim desta quarta.

O presidente do Sindipetro-SC, Luiz Antonio Amin, afirma que a entidade vem tentando resolver a situação: “A gente já passou pela greve em 2018, quando foi criado o comitê de crise, e a situação foi resolvida e a cidade de Joinville não ficou desabastecida, a gente sabe que essa é outra situação da reivindicação dos caminhoneiros, sabemos que é critica e que pode piorar, mas estamos tentando resolver da melhor forma possível para que a região do estado todo não fique desabastecido”.

Já de acordo com  o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais da Grande Florianópolis (Sindópolis), Joel Fernandes, os postos da área podem ficar sem gasolina na 5ª feira (9.set), se as barreiras continuarem. No território catarinense, aquelas feitas apenas por caminhões são registras nos seguintes locais: BR 101 – km 10; Garuva – km 25; Joinville – km 72; Araquari – km 375; Içara – km 451; São João do Sul BR-280 – km 1,4; São F. do Sul – km 11; São F. do Sul – km 55; Guaramirim – km 121; São Bento do Sul – km 230; Canoinhas BR 116 – km 07; Mafra – km 138; Santa Cecília BR 470 – km 4; Navegantes – km 45; Gaspar BR 282 – km 507; Xanxerê – km 606 Maravilha.

Um representante da manifestação em Lages (SC) afirmou que a reivindicação dos caminhoneiros é por fretes mais justos e combustíveis com menos impostos. Ainda segundo ele, os bloqueios podem ser mantidos até 6ª feira (10.set). Os outros estados com pontos de concentração são Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Maranhão e Rio Grande do Sul. A PFR afirma que nenhum apresenta obstrução total da pista e que trabalha em cada um para garantir o livre fluxo. As mobilizações devem terminar até 0h de 5ª feira.

“Importante alertar que a disseminação de vídeos e fotos por meio de redes sociais não necessariamente reflete o estado atual da malha rodoviária”, pontuou a PRF. Nas últimas horas, 67 ocorrências de concentração de populares e tentativas de bloqueio total ou parcial de rodovias foram desfeitas.

LEIA TAMBÉM!